Só cachorro pode procurar osso, as famílias dos mártires brasileiros não


Quando o governo do Brasil impede a busca dos ossos dos desaparecidos políticos, ele evidencia que ainda há muitos mais mortos a serem encontrados. Ninguém melhor para saber quantos eles são, e onde estão, do que aqueles que enterraram os cadáveres.


O presidente, que aprova as torturas e achou poucos os assassinatos na ditadura, é contraditório quando impede a procura dessas ossadas. Afinal, seria a oportunidade, a cada esqueleto achado, de ele demonstrar sua alegria, armar palanque, providenciar salva de tiros, reger banda de música e bater continência para eventuais autoridades estrangeiras.

Festejos sinistros de um dirigente para quem procurar osso é coisa de cachorro e mais 30 mil brasileiros deveriam ter sido eliminados. Hoje haveria mais 30 mil mães sem túmulo para chorar, mais 30 mil famílias à procura dos restos de seus entes amados.

A crueldade pelo menos não impede os cachorros de procurarem os ossos dos seus. Afinal, cachorros são filhos de Deus.

Hildegard Angel

4 ideias sobre “Só cachorro pode procurar osso, as famílias dos mártires brasileiros não

  1. Olá Hilde, muito triste o que estamos vivendo… Não imaginei que o Brasil poderia retroceder tanto assim depois de conquistas democráticas que custaram tanto sangue e lagrimas.
    A proposito, vc vai voltar a escrever no JB? Sentimos muito sua falta lá. Bjs carinhosos.

  2. HILDE,
    Apenas, um lembrete, que no meu ponto de vista, é razoável:
    “SENHOR, LIVRAI-ME DE ALGUNS AMIGOS!
    PORQUE OS INIMIGOS SEI QUEM SÃO!”
    SALVE!
    maria edna cesar arcoverde cals

  3. Ninguém pode dizer que não sabia em quem está votando. Sabia sim. A boçalidade do inominável é conhecida há muito tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *