Depois de vencer cinco décadas de câncer, Lazaroni apoia Pezão na batalha eleitoral

Quem visse Dalva Lazaroni, cheia de entusiasmo, esfuziante mesmo, num conjunto de seda azul cobalto, recebendo os 200 convidados de seu jantar em torno do candidato Pezão, não poderia imaginar que estava diante de uma sobrevivente.

Mulher combativa, desde 1971 ela luta e vence, em batalhas sucessivas, o câncer linfático, em suas múltiplas manifestações e investidas. Neste exato momento, é travada nova e árdua batalha, com a doença atuando em várias frentes de seu organismo. Dalva, porém, parece ignorá-la. Dá o desprezo. Acostumou-se a tratar o câncer como doença crônica com que é obrigada a conviver, viver e ser feliz, com ele e apesar dele e das incontáveis quimioterapias.

Essas décadas submetida às bombas de cobalto – azul cobalto – são o conteúdo do livro Azul-cobalto, gás mostarda, que Lazaroni lançou na Saraiva do Leblon, nesta mesma semana em que abriu seu apartamento da Vieira Souto para celebrar a corrida eleitoral, na qual seu filho André Lazaroni concorre a deputado estadual, na chapa com o candidato a federal Marco Antonio Cabral.

Entre os muitos presentes, havia vários convidados da lista da promoter Alessandra Amaral, amiga de infância de André. Afinal, nesses encontros políticos de nada vale chamar correligionários. Importante é reunir pessoas interessadas em ouvir as propostas dos candidatos e em colocar a eles as suas próprias demandas.

Foi assim neste jantar de Dalva Lazaroni e Paulo Roberto Moraes, quando todos os candidatos discursaram, conversaram com os eleitores, distribuíram santinhos e, certamente, conquistaram muitos votos.

O buffet ficou por conta da chef Conceição Neroni. Tudo tão delicioso que Pezão, um gourmet, foi à cozinha conferir os molhos diretamente nas panelas (ah, guloso!) e cumprimentar a equipe, junto com sua sempre amável Maria Lúcia Jardim.

Notei que enquanto Dalva se dividia atenciosa entre as centenas de presenças, ela era observada de longe com interesse e – por que não dizer? – satisfação, pelo seu oncologista, dr. Sergio Allan.

Allan, que já chefiou a Oncologia Clínica do Inca, é respeitado também nos Estados Unidos, onde fez sua residência médica no hospital Monte Sinai, em Nova York. Mas foi no Memorial Hospital de NY que ouvi dos medalhões da oncologia os maiores elogios e as mais rasgadas recomendações ao tratamento do dr. Allan.

Ele é o médico com quem Dalva divide os méritos das muitas batalhas vencidas nessa guerra sem fim contra o câncer.

Perto dessa guerra. Uma eleição é brincadeira de criança.

IMG_8954-Dalva Lazaroni  Luiz e Tereza QuatroniDalva Lazaroni, Luis Quattrone e Teresa Aczel

IMG_8958-Dalva LazaroniDalva Lazaroni e seu conjunto azul cobalto

IMG_8961-Joaquim Moreira Bernardete Simonelli  Beth Accioly e Adolpho FrancoJoaquim Moreira, Bernadete Simonelli, Beth Accioly e Adolpho Franco

IMG_8969-Susana Cabral e Dalva LazaroniSuzana Neves Cabral e Dalva Lazaroni

IMG_8975-Beatriz  Andre Lazaroni (filha) GuilherminaBeatriz, André e Guilhermina Lazaroni

IMG_8978-Conceição e Paolo NeroniConceição e Paolo Neroni

IMG_8983-Dalva Lazaroni Maria Lucia Jardim e Suzana CabralDalva Lazaroni, Maria Lucia Jardim e Suzana Neves Cabral

IMG_8985Os chocolares traziam o 15 do Pezão

IMG_8986E o 15555 do André Lazaroni

IMG_8989Corbeilles por toda a parte

IMG_8997-Edmar da Fontoura  Katia SpolavoriEdmar Fontoura e Katia Spolavori

IMG_9009-Narcisa e Alice TamborindeguyAs irmãs Narcisa e Alice Tamborindeguy

IMG_9037-Beatriz e Andre LazaroniBeatriz e André Lazaroni

IMG_9047-João Ricardo Coelho  Paula Severiano Ribeiro e Daniela MartinazzoJoão Ricardo Coelho, Paula Severiano Ribeiro e Daniela Martinazzo

IMG_9049-Fatima Martins Paulo e Renata FragaFátima Martins, Paulo e Renata Fraga

IMG_9051-Marcelle FranciscoMarcelle Francisco

IMG_9059-Dalva LazaroniA escritora Dalva Lazaroni fala tão bem quanto escreve

IMG_9066-Luiz Fernando Pezão e Maria Lucia JardimLuiz Fernando Pezão já ganhou sua eleição mais difícil: o voto pleno da Maria Lucia Jardim


IMG_9103-Moema Casares e Renata FragaMoema Casares e Renata Fraga

IMG_9111-Luiz Fernando Pezão(na Cozinha)entre Paolo e Conceição NeroniLuiz Fernando Pezão entre Paolo e Conceição Neroni

IMG_9116-Luiz Fernando PezãoLuiz Fernando Pezão

IMG_9122-Marco Antonio Cabral e sua mãe Suzana CabralMarco Antonio Cabral e sua mãe, Suzana Neves Cabral

IMG_9143-Maria Lucia Jardim Dalva Lazaroni e Allyrio Mello(violinista)Maria Lucia Jardim, Dalva Lazaroni e o violinista premiado internacionalmente Allyrio Mello

IMG_9192-Alessandra Amaral(Foi covida a Apresentar os amigos aos canditos)aAo microfone, Alessandra Amaral apresentou os amigos aos candidatos

IMG_9204-Marco Antonio CabralMarco Antonio Cabral, DNA político pelo lado da mãe, prima de Aécio, e do pai

IMG_9237

Dalva Lazaroni e o marido, Paulo Moraes, e os candidatos Lazaroni, Marco Antonio e Pezão

IMG_9254-Ricardo Rique e sua namorada e Eliane TabbakEliane Tabback e Ricardo Rique

IMG_9262-Padre Omar e Adriana LazaroniPadre Omar e Adriana Lazaroni

IMG_9270-Bianca MarquesBianca Marques

IMG_9279-Alessandra Amaral e Renato QuadradoO lindo sorriso de Alessandra Amaral é o melhor marketing para seu namorado dentista, Renato Quadrado

Fotos de Vera Donato

2 ideias sobre “Depois de vencer cinco décadas de câncer, Lazaroni apoia Pezão na batalha eleitoral

  1. Que belo artigo, vencer a doença é a prova maior do quanto a Sra Dalva foi guerreira, parabéns e que a saúde e felicidade seja abundante em toda a família. E fico muito feliz em ver juntos o Governador Pezão, o grande líder da Juventude Marco Antonio Cabral e o excelente Deputado André Lazaroni, sabemos que o momento de reconstrução do estado do Rio de Janeiro é muito importante e tenho a certeza que toda essa Mudança só está começando, muito foi feito nesses últimos anos, porém ainda temos muito para fazer e continuar com Pezão é a certeza que estamos em um caminho certo e progresso.

  2. Querida Hildegard Angel:
    Fiquei muito emocionada, às lágrimas, com seu precioso artigo sobre meu mundo interior e exterior. Com sua delicadeza, seu aguçado olhar de Lince, você, como jamais o fizeram antes, me desvendou. Conseguiu compor uma crônica que fica entre o literário eterno e o retrato do momento, do agora que fica para sempre. Eterniza um precioso encontro, como grande cronista que é.
    Tenho orgulho de você, do seu talento e coragem. Se tivesse que escolher um animal da nossa fauna para representa-la, com certeza, escolheria duas aves: a ÁGUIA – nas primeiras páginas do meu livro “azul-cobalto, gás mostarda” você tem o verdadeiro motivo – e a CORUJA, que é o símbolo da filosofia. Você, querida, é isso tudo e muito mais.
    Deus a proteja sempre!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *