Relíquias dão o tom do verão de Alessa, em que o highlight do desfile é a alegria da estilista

No verão de Alessa, a inspiração vem de relíquias e preciosidades. Ao som de Chico Buarque, Caetano e Bethânia, as modelos desfilavam e se posicionavam em um espelho veneziano colocado no chão, no fim da passarela. Túnicas, vestidões e macacões leves, com estampas digitais e muito brilho metalizado, além de bordados de paetês, caracterizaram boa parte da coleção, que em seu conceito prezava pelo “único” e pela individualidade e, de maneira geral, acabou se tornando um pouco repetitiva em relação às modelagens e estampas….

Por falar em estamparia, a imagens foram criadas com a inusitada foto-arte still de objetos colecionados, como muranos, além de reflexos de espelhos. Nos acessórios e adornos, chapéus reciclados, óculos vintage, cinturões de couro, maxi brincos de pompom, golas pierrot e muitas flores cobrindo malhas tipo segunda pele…

Na passarela, tecidos nobres como cetim e crepe de seda. Na cartela de cores, tons quentes, como ocre, laranja, vermelho, além de tons frios, como azul e verde. No final, como de costume, a entrada triunfal de Alessa, que correu, pulou e até sambou…

Fotos de Sebastião Marinho

MG 7674 Relíquias dão o tom do verão de Alessa, em que o highlight do desfile é a alegria da estilista

MG 7676 Relíquias dão o tom do verão de Alessa, em que o highlight do desfile é a alegria da estilista

MG 7683 Relíquias dão o tom do verão de Alessa, em que o highlight do desfile é a alegria da estilista

Clique nas fotos abaixo para ampliá-las

Fiquem, também, com um videozinho da entrada final das modelos e, claro, com a animação contagiante de Alessa, que é sempre o highlight de suas apresentações!…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *