CAÇULINHA PORTER BALANÇA A ROSEIRA DE VOGUE, BAZAAR E CORRELATAS

Via Blog do Instituto Zuzu Angel: nossa fonte sobre all fashion things

O site de e-commerce de luxo Net-a-Porter entrou no mundo das publicações impressas já causando.

A primeira edição de sua revista impressa, Porter, com ninguém menos do que Gisele Bündchen na capa, em apenas um mês de seu lançamento oficial já é motivo de grandes dores de cabeças em poderosas como Vogue America e Harper’s Bazaar.

gisele

Gisele na capa da primeira edição da Porter

O site Net-a-Porter já vinha se aventurando em conteúdo editorial, com sua publicação exclusivamente online e semanal, a The Edit. Mas a Porter veio para abalar o mercado: serão seis edições por ano, com um precinho de banca mais caro que o das já conhecidas que eu citei, porém, se você é um cliente top do site,  a revista será enviada de brinde! 😉

Tendo como público alvo “mulheres sofisticadas ao redor do mundo”, segundo a editora-chefe Lucy Yeomans “em suas páginas serão encontradas todas as marcas, sejam elas comercializadas no Net-a-Porter ou não”.

A revista pretende ser única em todo  mundo, uma edição global, sem conteúdo regional (diferente de Vogue ou Harper’s). Serão 400 mil exemplares a cada edição, circulando em mais de 60 países, incluindo o Brasil.

Com editoriais em seu primeiro número apresentando figuras top como Uma Thurman e Julianne Moore, entrevista com Alber Elbaz (designer da Lanvin) e imagens das famosas fotógrafas Inez and Vinoodh e Camilla Akrans, o time de editoras liderado por Lucy Yeomans (ex-Harper’s Bazaar UK) não quer brinquedo, não.

A aventura no “claudicante mundo das publicações impressas” é uma jogada inteligentíssima do Net-a-Porter, que até então focava seus esforços em manter-se líder em conteúdo unido a e-commerce no mundo virtual.

É claro que a revista trará roupitchas, acessórios e outras tentações que estarão à venda no site. A Porter não é uma revista über-fashion. Seu foco principal são peças que podem ser adquiridas agora, não looks de passarela que estarão disponíveis nas lojas apenas daqui a alguns longínquos meses. Com o auxílio de um app com reconhecimento de imagem, qualquer produto nas páginas é identificado e o leitor pode comprá-lo e recebe-lo na porta de casa. Simples assim! Apenas apontando seu smartphone para a impressão. “Esse é o momento em que e-commerce e conteúdo editorial se encontram”, diz Yeomans.

A versão eletrônica da Porter, assim como seu app para celulares e serviço de concierge também estarão logo disponíveis para que a revista facilite a experiência de compra do leitor – muito mais do que os outros títulos no mercado.

Eles pensaram em tudo!

É, realmente parece que o mundo das revistas de moda não via uma competição tão dura assim há séculos!

A super Condé Nast, topo da pirâmide, dona de publicações como Vogue, está levando a nova Porter bastante a sério e lançou uma campanha publicitária para atrair e manter leitores e clientes compradores de suas páginas publicitárias.

A recente jogada do Net-a-Porter pode até parecer contra-produtiva. Afinal, uma empresa que já produz conteúdo semanal digital se aventurar no mundo das publicações impressas, num momento que a maioria das revistas de moda estão sofrendo quedas drásticas em suas circulações!

Yeomans, porém, não arreda pé de sua posição: “Nossos leitores fiéis possuem uma conexão emocional com o conteúdo impresso”.

Em todo caso, a versão para tablet também está disponível. Além disso, a proposta da Porter é diferenciada: há um conteúdo editorial interessante e há um novo meio de o comprar o que tenha vontade, do Net-a-Porter.com.

O mundo maravilhoso do consumo a seus pés a um click da câmera de seu smartphone!

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *