No GP Brasil, o marinho e o branco do stud vencedor dos Lodi dividiram atenção com as cores de Eliana Moura

Eram dois GP Brasil que rolavam com elegância na tarde do domingo. Na Tribuna de Honra o presidente Carlos e a primeira-dama Nolia Palermo recebiam seus convidados engravatados e as mulheres enchapeladas, e vocês podem ver pelas fotos impecáveis de Sebastião Marinho que a turma este ano estava realmente motivada.

Do outro lado do prado, no restaurante do Jockey Club, famílias tradicionais do clube, com suas proles, bebês nos carrinhos, crianças correndo pelo terraço, acompanhavam debruçadas na varanda diante da pista de grama do Hipódromo da Gávea, esperando a passagem do páreo, ou diante da tela do monitor do bar, na transmissão interna da corrida do Grande Prêmio pela TV do Jockey, enquanto faziam suas apostas.

Alguns casais até se dividiram entre os dois ambientes do clube. Gabriela Itagiba enchapelou-se, chiquérrima, na Tribuna de Honra, enquanto Marcelo Itagiba, informal, servia-se no buffet dominical do restaurante, do lado de lá. Ele comentava com amigos que vai sair candidato a  deputado federal. É nome forte, com sua plataforma como sempre ancorada na política de segurança pública, seu know how.

Do lado de lá e do lado de cá, ou vice versa, corria o mesmo frisson. O mesmo vaivém de apostas até o último momento. O grande favorito era Bal A Bali, mas surgiram rumores em torno de Ferragamo, e houve um corre-corre de apostas finais para ele.

A esperada zebra, contudo, não aconteceu, e a bola fez um golaço, digo, o Bali, vencendo o páreo do GP Brasil como se esperava, ultrapassando numa curva na reta final Catch a Flight e Americando, que se mantinham desde o princípio do páreo com larga vantagem nas primeiras posições.

Esperto esse Bali, conduzido por V. Borges, e que em 12 apresentações já marca 11 vitórias. A chamada barbada, meus amores!

Bal A Bali é do Stud Alvarenga, dos Lodi (parabéns, queridos!), e suas cores são Azul Marinho e Branco.

Mas, em se tratando de barbada fashion, as cores da tarde do Jockey Club foram  yellow & black. Aliás, tem gente até chamando o yellow de “new black”, de tanto que o amarelo está trendy nesta temporada…

e ferragamo perdeu pra bolaos palermo conferem eleganciaUma tarde bonita, agradável, encantada mesmo.  Os Palermo merecem os parabéns. As mulheres caprichadas da Tribuna também.

Fotos de Sebastião Marinho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *