Grandes da moda masculina desabam do pedestal: 3 em uma semana!

Deu a zica no mundo da moda masculina. É o terceiro nome que cai do pedestal em uma semana. A marca Ermenegildo Zegna acaba de anunciar a saída do designer Stefano Pilati que há três anos ocupava o posto de Nº 1 da Ermenegildo Zegna Couture. Seu último trabalho para a casa foi a coleção outono inverno 2016 apresentada no mês passado em Milão.
O anúncio, como na maioria das vezes, foi de forma elegante e cordial, com muita seda sendo rasgada, a empresa tecendo elogios à contribuição do criador e dizendo que a casa parte para escrever novo capítulo, e ele dizendo que retomará projetos que deixou de lado para conquistar ajudar a Zegna a obter os gols pretendidos, como foi feito. Très chics!
Na segunda-feira quem se despediu foi o diretor criativo da Brioni, Brendan Mullane. Já Alessandro Sartori teve sua saída confirmada da Berluti, de Paris.
Tudo isso se traduz em uma possibilidade: Os metrossexuais, passado o boom inicial de seu surgimento, estão agora segurando sua onda fashion e comprando menos. O pragmatismo masculino está falando mais alto na hora de abrir a bolsa.

zegna

Stefano Pilati

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *