A VIDA É UM BOMBOM… ENSINA A POETA FERNANDA. SABOREIEM!

“Eu me sinto um espião
De mim
Pelas próprias costas.”

Reflexão ou poesia?

“Eu fiquei feliz momentaneamente
Pura ilusão
É por isso que foi momentâneo.”

Poesia ou reflexão?

“Eu vivo maus pedaços
Ainda bem que são pedaços
Não é por inteiro
Mas como vivo inteiramente!”

De pedaço em pedaço, de poesia em poesia, de reflexão em reflexão, Fernanda Oliveira nos envolve em seu Rodamoinhos, título de mais uma de suas muitas obras,  que ela define na contracapa como “um esconde-esconde de pensar”, e eu, data venia, discordo e interpreto como “um revela-revela de sentir e se emocionar”.

Em Rodamoinhos, Fernanda traz seus “reflexopoemas” em conta-gotas, que recomendo pingar cotidianamente às nossas vidas como colírios de meditação.

Recebam essa gotinha de Fernanda:

“A vida é um bombom
Mas alguns guardam o próximo.”

Fernanda lapidar!

*Rodamoinhos, de Fernanda Oliveira, tem a qualidade gráfica da IMPRIMATUR
editora 7letras – www.7letras.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *