VAMOS JUNTOS À UERJ APLAUDIR AS MULHERES DO TORTURA NUNCA MAIS!

Na segunda-feira, às 18 horas, o Teatro Odylo Costa Filho, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a UERJ, será palco de grande celebração,  promovida pela Secretaria Estadual de Mulheres do PSB.

Uma grande festa, com show, música, cinema, presença de personalidades importantes de todos os setores e homenagens fundamentais. A saber:

1 – Será conferido às mulheres do Grupo Tortura Nunca Mais o 2º Prêmio Zuzu Angel.
2 – Será lançada a Medalha Violeta Arraes de Direitos Humanos e entregue à deputada federal Luiza Erundina
3 – Será prestada homenagem ao Instituto Zuzu Angel do Rio de Janeiro / IZA pelo 20º ano de sua fundação e pelo trabalho de preservação do acervo e da memória de Zuzu Angel.

E vou fazer uma revelação de bastidor…

Coube ao IZA a difícil missão de indicar o nome feminino para o recebimento do Prêmio Zuzu Angel 2013, já que a homenageada anterior, “In Memoriam”, foi a própria Zuzu Angel, assassinada em 1976.

E concluímos que outras não poderiam ser as premiadas senão as obstinadas Mulheres do Tortura Nunca Mais, que em 1985 reuniram-se num movimento, para denunciar os abusos cometidos durante a ditadura que se encerrava, e desde então travam o bom e difícil combate na defesa daqueles brasileiros que têm seus direitos fundamentais desrespeitados.

Sejam eles os jovens assassinados na ditadura, os dizimados pelo tráfico, os mortos pela violência, os esquecidos pelo poder público… e as Mulheres do Tortura estão lá, defendendo seus interesses. Elas são mesmo empenhadas em fazer do Brasil um país justo para todos.

As do Tortura são muitas, mas vou citar todos os nomes:

Flora Abreu Henrique da Costa; Yeda Botelho Salles – in memoriam; Cecilia Maria Bouças Coimbra, idealizadora do Tortura Nunca Mais; Maria Dolores Perez Gonzáles – in memoriam; Cléa Lopes de Moraes (consogra de Zuzu Angel); Lilia Ferreira Lobo; Maria Alice de Lima Braz – in memoriam; Elza Joana dos Santos – in memoriam; Lúcia Vieira Caldas; Célia Frazão Soares Linhares; Zilda Xavier Pereira; Victória Lavínia Grabois; Elizabeth Silveira e Silva; Carmen Lucia Lapoente Silveira; Jane Quintanilha Nobre de Mello; Luíza Ribeiro Martins; Ivanilda da Silva Veloso; Tânia Marins; Cirene Moroni Barroso – in memoriam; Abigail Paranhos – in memoriam; Alzira Grabois – in memoriam; Joana D’Arc Fernandes Ferraz; Maysa Pinto Machado; Mirtha Ramires; Regina Xexéo; Auxiliadora da Paz Pires Fernandes; Maria Auxiliadora Santa Cruz Coelho e Maria Vicência Pugliesi.

Elas merecem nossos aplausos. Não aqui, na leitura deste mundo virtual. Mas ao vivo e a cores, às 18 horas de segunda-feira, no Teatro Odylo Costa Filho, onde também eu estou esperando vocês. Sua presença é muito importante!

zuzuz

4 ideias sobre “VAMOS JUNTOS À UERJ APLAUDIR AS MULHERES DO TORTURA NUNCA MAIS!

  1. Olá Hilde estarei lá com muito prazer representando as mulheres da Federação de Mulheres Fluminenses e a Confederação das Mulheres do Brasil, a pedido da nossa presidenta Gláucia Morelli

  2. Olá Hildegard
    Estarei presente com muito prazer a esta importante homenagem que tanto me sensibilizou. Já convidei a minha família e meus amigos para assistirem. É uma honra receber um prêmio que leva o nome da nossa querida Zuzu Angel, símbolo da coragem das mães brasileiras, que não temeram em denunciar o desaparecimento e morte de seus filhos, durante a ditadura militar. Parabéns a você que está sempre atuante na luta pela verdade e pela justiça

  3. Fiquei 2 semanas presa, na ocasião do sequestro do Embaixador Americano, todas as noites vinham me visitar. Mas eu, tão apavorada e nervosa, que “eles” (os milicos”) não conseguiam nada…. Foi no 2º Batalhão de Infantaria Blindada

  4. Olá Hilde. Nos encontraremos segunda, no Teatro da Uerj.
    Com muita honra vou participar e receber, com outras companheiras do GTNM-RJ, o prêmio que leva o nome da querida Zuzu Angel.
    Conversei com minha neta mais velha , 11 anos, Maria Beatriz- Mabi, sobre a importância dessa homenagem.
    Parabéns pelo que tem feito na luta por memória, verdade e justiça. Um abraço.
    Maysa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *