Mulheres Superpoderosas do Canadá aterrissam em São Paulo… para fazer negócio$$$

 Desembarca domingo no Brasil um grupo das Superpoderosas do Canadá. Todas elas mulheres empresárias de grande expressão naquele país.

Afinal de contas, as mulheres estão com tudo no Canadá. Em 2011, sua participação na economia significou US$148 bilhões (!), de acordo com o BMO Financial Group, que também afirma que, no Canadá, empresas de mulheres empregam mais de 1,5 milhões de canadenses.

Elas aterrissam em São Paulo, em missão empresarial liderada pela ministra do Trabalho e da Condição da Mulher do Canadá, doutora Kellie Leitch, para travar contatos com nosso mercado, participar de uma série de encontros, focando especialmente as pequenas e médias empresas, e promover diversos setores de seu país: ciência e tecnologia, inovação, biomedicina, pesquisa e desenvolvimento.

ed fast

 A visita também tem a chancela de Ed Fast, o influente ministro do Comércio Internacional do Canadá. 

O comércio bilateral  Brasil e Canadá aumenta de modo extraordinário. De 2009 para 2014, cresceu mais de 35%, chegando a quase US$ 5,7 bilhões. Há dois anos, éramos a sexta maior fonte de investimento estrangeiro direto no Canadá, com US$ 18.3 bilhões. Nestes primeiros meses de 2015, já somos o 11º maior alvo de investimento direto do Canadá no exterior, com cerca de US$11,1 bilhões. E la nave vá… mas vai longe: são em torno de 500 empresas canadenses ativas no Brasil, o que não é pouca coisa, convenhamos.

ministra do canadá kelly lietch

Kellie Leitch

Kellie Leitch lidera o time das Superpoderosas canadenses. Ela foi eleita em maio de 2011 para a Câmara dos Comuns e em 2013 Leitch foi nomeada Ministra do Trabalho e Ministra da Condição da Mulher, depois de já ter sido Secretária de Estado do Ministro de Recursos Humanos e Desenvolvimento de Competências e do Ministro do Trabalho.

Com doutorado em Medicina pela Universidade de Toronto, ela é médica, cirurgiã pediátrica ortopédica, e professora associada de cirurgia. Presidiu o Ivey Centre for Health Innovation and Leadership e serviu em vários conselhos incluindo a Associação Cristã de Moços e o Community Living, que oferece serviços inovadores para pessoas com mobilidade reduzida. Ela fundou o Projeto Sandbox, visando melhorar a saúde das crianças em relação à prevenção de lesões, obesidade, saúde mental e o meio ambiente.

Não bastassem as Superpoderosas canadenses, líderes Superpoderosas do mundo todo estarão em São Paulo semana que vem para o Global Summit of Women 2015, quando discutirão a importância da presença das mulheres no mercado de trabalho global. A ministra Kellie Leitch é presença confirmada.

Agora vejam a esquadra de Superpoderosas que pousa em Guarulhos, domingo, na missão empresarial da ministra Kellie Leitch

  • Rosemary Chapdelaine, vice presidente e gerente geral da Lockheed Martin Canadá
  • Carolyn Cross, diretora e CEO da Ondine Biomedical Inc.
  • Janice McDonald, presidente da The Beacon Agency
  • Susan Schafers, fazendeira proprietária da STS Farms Ltd.
  • Dr. Leslie Scott, chefe da divisão de cirurgia pediátrica da Associação de Professores da Western University, Escola de Medicina Schulich
  • Dr. Anne Snowdon, diretora acadêmica da Ivey International Centre for Health Innovation
  • Carol Stewart, diretora-fundadora e ex presidente interina da associação do setor de pesquisa da Universidade de Waterloo
  • Margaret Stuart, vice-presidente do Programa Global de Vendas da BlackBerry
  • Powerful girls do Canadá

2 ideias sobre “Mulheres Superpoderosas do Canadá aterrissam em São Paulo… para fazer negócio$$$

  1. Hilde, apesar de adorar o espírito canadense, e louvar qualquer iniciativa feminista com tantas mulheres importantes, ando bastante triste com o Canadá, os dirigentes de estado se retiraram da agenda 21 e da contabilidade dos créditos de carbono, era o mais forte credor…perdemos o maior aliado desenvolvido de forma sustentável…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *