R.I.P. PAULO GOULART: POSSANTE, ÉTICO, INTEIRO

Pena enorme saber da morte de Paulo Goulart. Ao lado de Nicette Bruno, mais do que exemplo de duas pessoas que empreenderam um dos raros casamentos bem sucedidos no mundo artístico, formando uma família harmoniosa, eles juntos representavam dois brasileiros éticos, comprometidos com os rumos e os momentos vividos por seu país. Não fugiam ao chamado de sua responsabilidade patriótica, como artistas. Assim, com o recato e a suavidade que lhes eram peculiares, eram engajados e firmes. Sabiam se colocar.

Paulo não está mais. Bem, é o que as notícias hoje dizem, afirmam. Mas Nicette, sua família, seus amigos e aqueles que a estimam e ao Paulo sabem e podem mesmo garantir que Paulo está, sim. E estará sempre.

Paulos como Paulo Goulart não morrem. Prosseguem dentro de nossas lembranças, possantes, éticos, inteiros.

Nicette Bruno e Paulo Goulart, um casal comovente.

 

 

Uma ideia sobre “R.I.P. PAULO GOULART: POSSANTE, ÉTICO, INTEIRO

Deixe um comentário para Hildegard Angel Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *