Quer conhecer a História? Siga o caminho das moedas de Maria…

Com sua equipe, a arqueóloga Maria Beltrão escavou durante dois anos a antiga Vila de Santo Antonio de Sá, junto ao então Convento São Boa Ventura, em Itaboraí. O material colhido permitiu fossem feitas grandes descobertas sobre os períodos do século 16 ao início do 20 e permitiu determinar como era feito seu comércio, através da localização de 57 moedas daquelas épocas, que ontem puderam ser conhecidas nas páginas do Catálogo de Moedas – Acervo arqueológico do sítio histórico Fazenda Macacu, lançado no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro
.
Inicialmente habitada por grupos indígenas Tapuias (assim chamados por não falarem o Tupi), a região de Itaboraí teve sua colonização iniciada em 1567. Com a instituição, em 1612, das Sesmarias, foi construída ali uma capelinha e sobre ela, mais tarde, o convento, posteriormente abandonado em 1842 pelos padres, devido ao surto da febre de Macacu, transformando-se em uma grande ruína…
.
E foi exatamente nesta ruína, entre o convento e a torre do sino, que, entre 2007 e 2009, Maria encontrou seu tesouro arqueológico em moedas. Foi uma escavação dificil, por conta do calor fortíssimo e da umidade, que levaram vários funcionários a desmaiar com queda de pressão. Mas valeu a pena o sacrifício. Rico em detalhes, com prefácio do sociólogo José Arthur Rios, o catálogo recupera uma época, apresentando os mapas das localizações das moedas (que estão muito bem guardadas em um cofre no Museu Nacional), a história do período e as fotos…
.
Com o entusiasmo de arqueóloga apaixonada, Maria contou isso e muito mais numa conferência durante o evento e, entre as curiosidades, revelou que, feita manualmente e com o uso do martelo e da talhadeira, a moeda do século 16, de prata, era chamada de Macuquina, o que, no idioma dos índios dos Andes significa Golpeada. Contou também que, em outra moeda, de bronze, do início do século 20, há a inscrição “Vintém poupado, vintém ganho”. Um ditado que até hoje é sabio, não?…
.
Também foram resgatadas moedas do século 18, chamadas Macuta, nome de origem angolana que era dado aos panos feitos de fibras vegetais. Maria encontrou ainda um lote de moedas que circulavam exclusivamente em Minas Gerais, em 1722…
.
Depois dos mais de 100 livros autografados e de sua conferência, Maria recebeu para coquetel, quando anunciou que vem ai outro livro, em que vai abordar a escavação geral. Mas o lançamento sera só no ano que vem. É que Maria Beltrão está às voltas com outra obra, Peabirus, sobre os caminhos pré-históricos, com lançamento neste novembro…
.
Fotos de Sebastião Marinho
.
Moedas 1205 Quer conhecer a História? Siga o caminho das moedas de Maria...
Maria Beltrão durante conferência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *