Quem quiser saber o que foi a ditadura tem hoje oportunidade indo à mostra Ocupação Zuzu, no Paço Imperial, em seu último dia.

Quem quiser saber o que foi a ditadura tem hoje oportunidade indo à mostra Ocupação Zuzu, no Paço Imperial

Está lá tudo exposto no Paço Imperial, até seis da tarde: a vida, a moda, a luta de Zuzu Angel e de meu irmão , Stuart, sacrificado pela ditadura, a dita-tortura, a dita-morte, a dita-indiferença de tantos brasileiros, que sequer compaixão puderam ter porque a Censura proibia que fossem informados dos fatos.

Estão lá as fotos, os fatos, os poemas, as cartas, os documentos, as provas, as vozes, os filmes, o choro, o drama.

Estão lá o suplício, a tragédia, a dor e o sofrimento de minha família.

Estão lá os modelos ícones do primeiro desfile de moda política do mundo e inclusive o vestido de noiva política, em que o costureiro da casa Versace agora, digamos, “se inspirou”, para o casamento de Angelina Jolie.

Está lá a réplica do ateliê de Zuzu na garagem da casa da Nascimento Silva.

Está lá seu depoimento em áudio ao historiador Helio Silva contando como foi o suplício e a morte de seu filho Stuart.

Querem saber o que foi a DITADURA terrível no Brasil, que vocês, mesmo vivos e saudáveis, não viveram e não souberam porque não lhes permitiram saber? Corram, corram ao Paço Imperial no Centro.

A Ocupação Zuzu levou 45 mil visitantes ao ItaúCultual em São Paulo e outros tantos milhares ao Paço Imperial, e hoje é a última oportunidade de visitá-la aqui no Rio de Janeiro.

Espero vocês lá.

Hoje há performances de atrizes lendo as CARTAS DE ZUZU e usando vestidos réplicas dos criados por ela.

OCUPAÇÃO PAÇO 3

 sonia angel 3

De cabelos curtinhos, na primeira fila, Sonia Angel, minha cunhada, assistindo a desfile da moda de minha mãe, Zuzu Angel, na Bergdorf Goodman, em Nova York. Foi barbaramente torturada, arrancaram-lhe os seios com alicate, lhe deram um tiro nas costas e seu corpo foi encontrado numa vala comum no cemitério de Perus, em São Paulo, quando Luiza Erundina era prefeita. Isso era a ditadura, para quem não sabe.

7 ideias sobre “Quem quiser saber o que foi a ditadura tem hoje oportunidade indo à mostra Ocupação Zuzu, no Paço Imperial, em seu último dia.

  1. Prezada Hildegard!
    Quisera ter “poderes” para trazer ao nosso RS, outrora tão esclarecido politicamente, esta mostra tão reveladora.
    Estamos carentes da lembrança desses tempos obscuros, para que o conceito de democracia não seja deturpado e desvirtuado ao bel prazer dos mal intencionados.
    Admiro demais a história de luta de sua mãe, sem perder jamais a ternura.
    Beijos e muitos votos que algum dia possas nos visitar com esse belíssimo trabalho!

  2. Coragem que nos estimula e que não nos deixa esmorecer!!
    Gostaria de saber se essa exposição vem a Porto Alegre, aliás, deve circular pelo Brasil inteiro!!
    #paraquenuncamaisaconteça #democraciasempre

  3. Oi Hildegard só tenho palavras de agradecimento por sua coragem, por sua incrível atuacao em pró do verdadeiro Brasil “multi tudo” como você bem diz hoje. A importância dos seus comentários é muito significativo e deveria ser motivo de um estudo acadêmico mais minucioso. Quanta importância têm essas suas palavras e por tanto tempo! Sua palavra une o que muitos querem desunir. Mas como sempre, o amor vencerá, o teu grande amor vencerá. E, por favor, me permita enviar-lhe um beijo muito carinhoso e agradecido.

  4. Impossível estar no RJ, mas creio que essa mostra “Ocupação Zuzu” deveria percorrer o Brasil. Precisamos que os que não viveram esse tempo tenham noção de sua crueldade.

  5. Hilde, em dezembro a Comissão Nacional da Verdade apresenta o seu relatório, em BSB. Não seria oportuno levar esta instalação pra lá, para integrar o ato? Só uma sugestão. um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *