Pela chaminé do Caparaó

Se tivesse concurso de interior de casa mais decorada para o Natal, certamente o apartamento de Cristina Aboim seria forte concorrente. Ontem, durante a happy hour de encerramento do curso do psicanalista Lobianco, tudo tinha motivo natalino. Do enorme Papai Noel no hall de entrada aos cinzeiros das mesas, até aos lustres!…

Cristina recebeu no elegante Edifício Caparaó, aquele prédio clássico de Botafogo, que ainda tem ascensorista no elevador, mas o Papai Noel deve ter descido pela chaminé. As amigas-alunas eram quase 40. Nomes coroados como Mitzi Almeida Magalhães, Maria Thereza Williams, Cecília Dornelles, Zilda Junqueira, Ana Frank, Bertha Mendes de Souza, Christiana Medeiros, Vera Rudge. Aplicadas, elas assistiram atentas à última aula – sobre Genética – para em seguida se deliciarem à mesa, que tinha de tudo: castanhas, tender, rabanada, tortas, mousses, fios de ovos. Tudo feito em casa, à moda antiga, pela própria anfitriã, e regado a champagne gelado. E nenhuma, mas nenhuminha mesmo, se preocupou com sua “tendência genética” para engordar, ai, ai…

Na terça-feira, o grupo faz almoço de confraternização no Marimbás, encerrando o ano. Depois disso, todas se dedicam às festas de fim de ano ou saem em férias. A Aboim, por exemplo, embarca para Miami com quatro amigas. Em março, as aulas do professor recomeçam, para elas ficarem ainda mais sabidas. Depois da lição de Genética, com todas as descobertas e avanços nessa área, DNA, Projeto Genoma e que tais, o que virá, hein, professor Lobianco?…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *