O MET REINAUGURA COM EXPOSIÇÃO SOBRE CHARLES JAMES

Via Blog Instituto Zuzu Angel

Após meses de reforma (que custaram ao redor de US$ 40 milhões) e um rebatismo que virou notícia no mundo todo, The Costume Institute do Metropolitan Museum of Art de Nova York finalmente reabrirá suas portas, em maio. Agora, com o nome Anna Wintour Costume Center (Sim! Em homenagem a uma das figuras mais importantes da moda na atualidade), o Instituto apresentará em sua exposição inaugural a obra do legendário couturier anglo-americano do século XX, Charles James (1906-1978).

CharlesJames_heroCom o título “Charles James: Beyond Fashion”, a exposição irá explorar o processo de criação e design do artista, tendo como foco seu uso de esculturas, ciências e matemática para elaborar vestidos revolucionários para a época e com técnicas de costura inovadoras, que permanecem até os dias de hoje influenciando designers.

Aproximadamente 75 das criações mais famosas de Charles serão apresentadas em dois locais: na nova Galeria Lizzie and Jonathan Tisch, dentro do Anna Wintour Costume Center; e numa galeria de exibições especiais no primeiro andar do Museu.

Enquanto a galeria de exibições especiais apresentará o glamour e arquitetura luxuosa dos vestidos de James entre 1940-1950, a nova Galeria do Anna Wintour Costume Center, com sua tecnologia, permitirá a dramatização da biografia de James, através de relíquias arquivadas, como sketches, amostras de tecidos, trabalhos incompletos, e grande parte do acervo de seu último estúdio em Nova York, no Chelsea Hotel.

A evolução e a metamorfose de seu trabalho através das décadas serão retratadas através de seus designs. Animações em vídeos prometem ilustrar como era o processo de criação, quase anatômico, de James, que considerava cada vestido uma forma de esculpir e reconfigurar o corpo feminino.

1CharlesJamesBallGownsCecilBeaton1948Vestidos Charles James, 1948

Courtesy of The Metropolitan Museum of Art, Photograph by Cecil Beaton, Beaton / Vogue / Condé Nast Archive. Copyright © Condé Nast

2CharlesJamesModelbyCecilBeaton1948

Charles James com uma modelo, 1948
Courtesy of The Metropolitan Museum of Art, Photograph by Cecil Beaton, Beaton / Vogue / Condé Nast Archive. Copyright © Condé Nast

3NancyJamesinSwanGownCecilBeaton1955

 Nancy James usando o famoso vestido Swan, de Charles James, 1955

Courtesy of The Metropolitan Museum of Art, Photograph by Cecil Beaton, The Cecil Beaton Studio Archive at Sotheby’s

4CharlesJamesButterflyGownCecilBeaton1954

O famoso vestido Butterfly de Charles James, 1954
Courtesy of The Metropolitan Museum of Art, Photograph by Cecil Beaton, The Cecil Beaton Studio Archive at Sotheby’s

Depois de trabalhar em sua cidade natal, Londres, e de passar uma temporada em Paris, James chegou a Nova York em 1940. Apesar se não possuir nenhum treinamento formal, ele é hoje considerado um dos designers mais importantes dos Estados Unidos a ter trabalhado usando a tradição da Haute Couture. Seu fascínio por cortes complexos e costuras precisas levaram à criação de elementos de design até hoje conhecidos: calças wrap-over (aquelas transpassadas), vestidos colados ao corpo que redesenham a forma feminina, capas com laços, vestidos de corte espiral e muitos outros.
Não vamos listar todos para não estragar a surpresa da exposição. Quem estiver por Nova York, vale dar uma conferida. A expo fica em exibição do dia 8 de Maio ao dia 10 de Agosto,

Clique no link para ver o vídeo do curador Jan Glier Reeder comentando sobre um dos vestidos by Charles James

Quer saber mais sobre moda e ainda ficar por dentro das atividades do Instituto Zuzu Angel? Siga o link e visite o blog do IZA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *