O melhor que a arte brasileira já produziu, a partir de amanhã, na Pinacoteca de São Paulo!

Esta é para São Paulo onde amanhã, a partir das 11h, a Pinacoteca recebe em seu 2º andar o melhor da arte brasileira, com a mostra “Coleções em Diálogo: Museu Mariano Procópio e Pinacoteca de São Paulo”.

São cerca de 50 obras dos artistas que fundamentam a história da arte brasileira, destacando-se a obra que ilustra o convite “Tiradentes supliciado”, de Pedro Américo, 1893.

Com aplausos para o grande esforço do diretor do Museu Mariano Procópio, o empreendedor Douglas Fasolato, e a gente pode bem avaliar a importância de seu mérito.

O Mariano Procópio reúne na cidade mineira de Juiz de Fora uma das mais expressivas coleções do país. Sobretudo do que diz respeito ao Império. No entanto, este tesouro vinha sendo mantido, ao longo das décadas, praticamente na clandestinidade, muito além da clássica discrição que caracteriza Minas Gerais.

Porém, desde que o jornalista e genealogista Fasolato assumiu a condução do Mariano Procópio, as portas do museu abriram-se para exposições extra muros de seu acervo (já que a obra de reforma iniciada não permite exibições no prédio) e também eventos culturais na grande área do parque magnífico.

A atual administração dinamizou os espaços e franqueou o acervo, chegando agora à excelência de suas realizações, ao conseguir a proeza de levar parte da coleção até um dos mais nobres espaços de exibição do país, a Pinacoteca de São Paulo.

Juiz de Fora tem, neste evento, a oportunidade de um resgate de sua própria importância histórica. Pois o Museu Mariano Procópio reflete a expressão da trajetória da cidade, aquela que lhe valeu o epíteto de “A Manchester Mineira”, pelo grande impulso desenvolvimentista industrial dado a Minas e ao Brasil, pela sua tradição econômica e aristocrática, à época dos barões do café, e sua fortíssima influência política no país, em vários momentos brasileiros.

O Museu Mariano Procópio e sua rica coleção são síntese da memória brasileira.

A visita à Pinacoteca de São Paulo é oportunidade imperdível, que eu altamente recomendo, não só por influência de meu honroso título de “juizforana honorária”, como porque julgo estar prestando a quem aprecia a arte brasileira o melhor dos serviços.

dialogos

“Tiradentes supliciado”, de Pedro Américo, 1893. Foto: Isabella Matheus — com Lucia Medeiros.

2 ideias sobre “O melhor que a arte brasileira já produziu, a partir de amanhã, na Pinacoteca de São Paulo!

Deixe um comentário para JOSÉ MARIA FERREIRA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *