O fenômeno José Dirceu: o patinho feio que está virando cisne

Na verdade, Dirceu se tornou uma espinha atravessada no pescoço de muita gente. São aqueles que hoje estão de saia justa com o fenômeno de sua consagração no PT, onde inicialmente tinha um terço das admirações e hoje tem praticamente três quartos. Ou mais. A paixão dos membros do partido por ele independe da posição política que ocupe. E mesmo ZD sendo hoje um “gauche” na política e na mídia, seu prestígio só aumenta nas esferas ideológicas…

Para divulgar e lançar seu livro pós-cassação Tempos de planície (o título já é auto-explicativo), José Dirceu vai percorrer todo o país, até o final de novembro. Dia 10 próximo, autografa em São Paulo. Dia 18, aqui no Rio. Vai a Salvador, Recife, Ceará, Natal, João Pessoa. Viagens marcadas também para Colômbia, Espanha e Portugal

No ano que vem, José Dirceu lança outro livro, reunindo as entrevistas feitas em seu blog. No futuro próximo virá mais um, com a síntese de comentários seus postados no blog, o qual deveria, aliás, estar sendo lançado agora, mas ele não se satisfez com a seleção feita pela equipe criada pra isso e preferiu lançar o livro com artigos

Quanto ao julgamento no STF, ao que parece, neste ano não mais será. Muito menos no próximo, que é ano de eleição. Há um grande desconforto, sobretudo no meio jornalístico, com o fato cada vez mais evidente de que, realmente, no frigir dos ovos, não existe prova alguma de tudo que foi afirmado contra ele pela imprensa. Ouço jornalistas importantes dizerem que Dirceu vai ser absolvido. Políticos também dizem. Assim como já escutei o mesmo de juristas. Todos estes já leram o dossiê detalhado elaborado pela defesa do ex-ministro e se constrangem. O melhor é mesmo ir adiando esse julgamento…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *