Mulheres criativas tornam as economias mais criativas e conferem agilidade a este século 21

Termina hoje em São Paulo a Cúpula Global das Mulheres – Global Summit of Women – criada em 1990 pensando em ampliar oportunidades para mulheres, através de soluções de trabalho e estratégias criativas em diversas partes do mundo. Ela tem sede em Washington e apoio dos setores público, privado e ONGs.

Com o  tema “Mulheres Criativas, Economias Criativas”, esta cúpula enalteceu a importância das mulheres no mercado global e o quanto elas inovam a economia do século XXI, com seu olhar diferenciado sobre tudo.

Brasileiras exemplares nesse aspecto frequentaram a Cúpula 2015, como Luiza Trajano, do Magazine Luiza, Andrea Alvarez, da Pepsico, Eleonora Menicucci, ministra da Secretaria de Políticas Sociais para as Mulheres.

Não é apenas na condução da economia que o poder feminino agrega sua criatividade. Ele também dinamiza os ambientes, com seu poder transformador através de sua moda e indumentárias. Como aconteceu durante este Summit, praticamente transformado em passarela de roupas típicas, com 1200 mulheres de 63 países desfilando suas sedas chinesas e coreanas, estampas africanas, lenços indianos, agregando colorido e elegância às discussões da 25ª edição do Global Women Forum.

Como “plus” do evento: a entrega do Global Women’s Leadership Award (prêmio) a Phumzile Mlambo-Ngucka, sub-secretária geral e diretora executiva da ONU, por sua longa trajetória em defesa do empoderamento das mulheres, globalmente e na África do Sul, país que vice presidiu.

women summit

 

As 1200 mulheres de 63 países alegraram e coloriram o Global Summit of Women agregando sua elegância com trajes típicos e criatividade 

Fotos: Adriana Elias

2 ideias sobre “Mulheres criativas tornam as economias mais criativas e conferem agilidade a este século 21

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *