MORREU GÉRARD

Morreu ontem, em casa, às 23h45m, o gentleman do Rio de Janeiro, Gérard Larragoiti. Com a saúde debilitada, ele havia sido hospitalizado no Samaritano recentemente, sob os cuidados do clínico José Luiz Spicacci, e retornou para casa na terça-feira.

Ao lado de Harilda, ele formava um daqueles casais indiscutivelmente bem sucedidos e harmoniosos de nossa sociedade. Estavam próximos das bodas de ouro, dividindo-se entre dois endereços, a casa em estilo contemporâneo, na Barra da Tijuca, e o apartamento clássico, em Paris. Em ambos, recebiam com regularidade, sempre com grande alegria, elegância, atitude, inteligência, mesclando tradição, arte, cultura e pensamento.

Os Larragoiti não se restringiam em suas recepções às preocupações comuns à chamada aristocracia mundana, mas juntos propunham sempre horizontes amplos, envolvendo sobretudo as artes plásticas e a discussão política. Em se tratando de Gérard – a cabeça prateada, a bengala charmosa – a preocupação empresarial também era um tema constante nas conversas.

Enfim, o convívio com os Larragoiti, juntos, era sempre enriquecedor. O que certamente continuará a ser com Harilda, jornalista de formação, temperamento inquieto e muito inteligente.

Harilda está inconsolável, sabemos. E estaremos todos lá, seus amigos, amanhã, no São João Batista, a partir das 9h, para o velório, e às 12h, para o sepultamento.

gerard harildaGérard com Harilda (em pé), Thereza Orléans e Bragança, Raphael Lange e amigos, em seu penúltimo aniversário, golfista no topo do bolo, seu esporte preferido

2 ideias sobre “MORREU GÉRARD

  1. Harilda, abraço e solidariedade nesta hora difícil.

    Carinho de todos: Cristiano, Carlos, Ana Teresa e Patrícia Lins e Silva. E Evandro, em memória.

    • Meus sentimentos tia! Sei que ainda posso chama-la assim. Sou eu Adriana, filha de uma das suas empregadas chamada Helena, na época em que moravam no apartamento no Leblon, na Av. Afrânio de melo Franco, Já se vão mais de 30 anos. Gostaria muito de saber como esta! O ultimo contato foi quando quebrou o pé, é eu não pude ir vê-la. Guardo ma memoria a viagem que fiz com vocês, para passar um fim de semana em Búzios, com as minhas amigas miska e margo. bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *