Midrash abre ciclo propondo discussão fascinante em torno da Morte Digna

As formas de eutanásia para abreviar a vida e os processos artificiais de adiar a morte vão estar postos na mesa de discussão, na segunda-feira, dia 12, no Centro Cultural Midrash, no Leblon, com a abertura do Ciclo Morte Digna, propondo uma discussão fascinante sobre como morrer com dignidade.

Participam do debate a pneumologista Margareth Dalcolmo, o especialista em hematologia e oncologia Daniel Tabak, com mediação do escritor e jornalista Affonso Romano de Sant’Anna.

Discutem, entre outros assuntos, que não sejam mais utilizados tratamentos sem resultado em pacientes terminais, estendendo vidas sem qualquer esperança, por tempo indefinido e algumas vezes infinito.

A série de debates, com participação de psicanalistas e psicólogos, entre outros profissionais, prossegue no dia 2 de junho, com o rabino Nilton Bonder abordando o tema Morte Digna no Judaísmo.

O Midrash tem brindado os cariocas com reflexões oportunas e instigantes, sempre conduzidas por nomes que são referências dos respectivos saberes. Desta vez, contudo, O Centro Cultural se supera na escolha do tema, pois nada há de mais fascinante do que discutir a Morte, esta inexorável contingência.

FL_12.05_morte01

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *