MEU PITACO DE HOJE: RIO, LIXEIRA A CÉU ABERTO!

A população carioca reclama da sujeira deixada pelo carnaval e até hoje não eliminada, ainda impregnada nas ruas.

No ano passado, a inflação de blocos na Zona Sul também foi imensa, os foliões também pularam às multidões, a organização até que não foi tamanha, os banheiros químicos eram em número menor e, no entanto, não me recordo de que reclamações pelo lixo tivessem todo esse eco. Ao contrário, tanto após o Ano Novo, como depois do Carnaval, ouviram-se elogios pela eficiência dos lixeiros do município.

No ano passado, a Comlurb era presidida pela Angela Fonti, afastada do cargo logo depois da noite de Réveillon.

Melhor teria feito o prefeito se esperasse mais um mês, até a passagem do carnaval, para substituí-la.

O novo diretor-presidente da Comlubr, Vinícius Roriz, egresso da Ambev e do grupo do Eike Batista, veio com as credenciais de ser um grande especialista em reciclagem. Ele administra o 3º orçamento da prefeitura, é economista, e por isso também se esperava dele que instituisse multas para quem jogasse lixo nas ruas. Ante o quadro vigente, se ele tivesse iniciado a tributação no carnaval, seu orçamento teria galgado o primeiro lugar!

O problema é que o feitiço poderia ter se voltado contra o próprio feiticeiro, com a prefeitura como a mais multada, pela sujeirança em que se encontra a cidade…

Uma ideia sobre “MEU PITACO DE HOJE: RIO, LIXEIRA A CÉU ABERTO!

  1. Você sabia que, no Rio, maior que a Comlurb, só a Petrobras em numero de funcionários?
    Não é a toa que a colocaram na mão do economista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *