Funcionários contratados no exterior aumentam o tom

Se depender dos funcionários locais contratados pelo Ministério das Relações Exteriores nas representações diplomáticas nos EUA, não será mansa a temporada da presidenta Dilma Rousseff em Nova York, onde ela vai para discursar dia 21, abrindo a Assembléia Geral da ONU

É que, depois de tentarem sem sucesso se fazerem ouvidos pelo governo em suas reivindicações, reclamando viverem num limbo jurídico, sem direito às leis trabalhistas do Brasil nem as dos países onde servem, funcionários de 21 representações brasileiras no exterior resolveram aumentar o tom… e anunciam que vem aí a Operação Ficha Limpa!

A operação consiste em eles repassarem aos senadores informações de bastidores, nada abonadoras, sobre as carreiras e vidas pregressas de diplomatas em vias de serem sabatinados pelo Senado para servirem em postos no exterior…

E, passando da ameaça à prática, às vésperas da chegada de Dilma, os funcionários de todos os postos do Itamaraty nos EUA enviaram hoje uma carta à Secretária de Estado Hillary Clinton, encerrada com o seguinte parágrafo:

“Pedimos encarecidamente a Vossa Excelência que nos oriente quanto aos fóruns jurídicos adequados para resolver estas questões trabalhistas, então, assim, décadas de injustiças cometidas em solo norte-americano poderão ter um fim”…

É um quadro muito triste que não vem de hoje. Sempre foi assim. Vamos torcer para o novo chanceler, Antonio Patriota, se sensibilizar com essa situação…

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *