Eu hoje… Vesti minha camisa do Stuart e saí por aí…

Estou chegando de uma viagem de duas semanas de férias. Interior da França, onde tenho família, e Londres. Marquei meu voo de retorno para o 4 de outubro, expressamente para poder estar aqui hoje e cumprir meu compromisso cidadão: votar.

Sinto-me importante sendo uma partícula na contribuição do processo de aprimoramento do padrão de vida dos brasileiros, da recuperação do Estado do Rio de Janeiro.

Desembarquei com todo o fôlego para, hoje, vestir a camiseta vermelha com o rosto de meu irmão Stuart estampado e votar. Já fiz minha escolha, vocês sabem.

Não que esteja 100% satisfeita com o governo de Dilma Rousseff, mas colocando na balança as satisfações e as insatisfações, pesa mais a bandeja positiva.

A presidenta prosseguiu com ímpeto, fôlego, vontade e determinação a trajetória reformadora do Brasil, que hoje tem um novo rosto.

É um país múltiplo, em que diferentes têm o mesmo lugar ao sol. Merecem o mesmo respeito da sociedade. Sobem no mesmo elevador, frequentam o mesmo aeroporto, têm os mesmos telefones celulares, os mesmos televisores, laptops. Podem ambicionar o mesmo ensino superior. Têm direito à casa própria.

Temos um país para todos, mais fraterno, menos preconceituoso, em que o cidadão tem consciência de seus direitos e a auto estima elevada.

E ele terá mais. Terá 75% dos royalties do Pré-Sal para a educação, aí incluídos melhores salários para o professor, cursos de especialização, bolsas no exterior.

Terá 25% desses mesmos royalties para a Saúde. E isso significa uma montanha de recursos que extinguirá todas as carências desse setor tão necessitado. Dará fim às filas, proverá o país com hospitais, médicos, leitos, equipamentos de última geração, conhecimentos científicos de ponta, medicamentos para todos.

E sabem o porquê? Porque o Pré-Sal é uma mina de ouro, que jorra infinitamente, incomensurável. Ouro negro, que vai do Sul ao Belém do Pará, o que o Brasil ainda não sabe de todo, pois não é plenamente divulgado, mas os estrangeiros sabem. As Chevrons da vida sabem. Os grandes interesses financeiros internacionais sabem. E são eles que estão contra a reeleição de Dilma. E estão com todo o seu poder de fogo, com todas as suas artimanhas, influências, estratégicas de combate. E entendam nisso o que puderem e quiserem cogitar.

Agora, cabe a pergunta: por quê tanto empenho em não querer que Dilma se eleja? Por quê o bedelho imperial do mundo vem com tudo em cima contra a reeleição da presidenta do Brasil?

Elementar, não é, meus amigos?

É que não querem que nosso povo tire o pé da lama. É para o pé do povo continuar afundado onde está. Ou melhor, onde estava.

No popular, duas palavrinhas apenas explicariam:

Aí tem.

35 ideias sobre “Eu hoje… Vesti minha camisa do Stuart e saí por aí…

  1. Estou lendo este texto somente em 20 de fevereiro de 2015, mas também fui votar com a minha camisa com a foto do Stuart, que adquiri pelo Instituto Zuzu Angel, postei uma foto no Facebook dedicando esse ato a ele e todos aqueles que se foram por lutar por esse direito, que eu, com 26 anos, sempre pude exercer! Coincidência muito bacana!!!!!!!

  2. Espero que após o dia 26, a senhora possa continuar as suas viagens à Parir e Londres onde possui familiares, pois lembre-se que de Cuba é ‘facim’ chegar aos USA, mas daqui do Brasil, só tem Argentina, Paraguai, Colômbia……….

  3. “Que a justiça seja fielmente e dignamente cumprida e sirva de exemplo e correção para as políticas vindouras. Desejo isso para o meu País, como uma brasileira que ama sua Pátria e deseja ver o progresso instalado e fazendo parte da realidade diária de todos os brasileiros !!!”

    Vc tem razão, em parte, em estranhar todo o cenário. Lhe digo que enquanto a corrupção habitar as instituições como o judiciário, vc nunca verá corruptos punidos, se eles estão do lado do capital que corrompe a tudo e a todos, judiciário, MP, midia et caterva. Por isso fica tão confuso e difícil de entender. Reveja as situações de 54 e 64. Havia uma tendencia à abertura para organizações populares e politicas de inclusão como agora. Em 54 inventaram o “mar de lama” para derrubar o Getúlio e em 64 plantaram no governo o cara que ia varrer a corrupção com a “vassourinha”!! Criaram a crise e derrubaram o Jango com as mesmas acusações infundadas. Agora inventaram o Mensalão (o fictício, bem entendido. Porque o original nunca será julgado), que a Hildegard cunhou de “Mentirão”, com grande precisão, mas não conseguiram derrubar o governo porém abalaram severamente as suas bases de sustentação. Há dias inventaram Pasadena e agora as alegações seletivas da delação premiada em pleno período eleitoral Patrocinada pela sua Excelencia o Dr. Moro. Eh tudo a mesma sopa. Vc acha que entende. Eu lhe proponho que releia a Hildegard e repense a sua análise.

  4. Lamentável e patético que corruptos e dedos-duros como Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef tenham se tornado heróis e referência nacional. Paladinos da ética e da verdade. Pena que o Brasil continue monitorado por hipócritas, oportunistas, farsantes, levianos e canalhas.

  5. Prezada Hildegard, acompanho há muito tempo seu blog, respeito sua posição, seus princípios e principalmente sua história, de sua mãe e de seu irmão assassinado covardemente em um dos capítulos mais tristes de nossa história. Estudei em Sion até 1968, quando devido a grave crise que o Brasil estava enfrentando, fui embora do Rio, de volta ao Sul do País. Mas jamais fui ingênua ou alienada a ponto de não saber, acompanhar e procurar discernir dentre todas as informações que me chegavam e hoje em dia chegam, o que realmente acontece no Brasil em todos os setores. Passei como todos os brasileiros da nossa época, por vários governos, com acertos e com outros tantos episódios vergonhosos de corrupção, falcatruas, má administração, que sempre prejudicaram as classes menos favorecidas e também vários setores produtivos da sociedade. Sempre admirei alguns poucos políticos que mesmo com tanta corrupção envolvida em seus governos , conseguiram de alguma forma beneficiar e melhorar a vida dos mais necessitados e sempre esquecidos. Mas não posso acreditar que diante de tantas evidências e denuncias você ainda acredite realmente que o PT é um partido íntegro e que seus governantes estão sendo acusados injustamente. Não acredito que você, uma pessoa tão bem informada e com trânsito em vários setores da sociedade, não consiga ver que há algo errado e que com certeza um dia teremos essa comprovação de que o governo perdeu há muito tempo as diretrizes que tanto apregoavam. Não torço por nenhum partido, nem coloco minha mão no fogo por nenhum deles, nem político algum, torço sim para que o Brasil um dia se torne a grande potência em que já poderia ter se transformado. E que todos os políticos envolvidos em qualquer denuncia comprovada de desvio do dinheiro público, independentemente de partidos ou ideologias sejam efetivamente condenados e paguem perante a nossa justiça por aquilo que devam ! Que a justiça seja fielmente e dignamente cumprida e sirva de exemplo e correção para as políticas vindouras. Desejo isso para o meu País, como uma brasileira que ama sua Pátria e deseja ver o progresso instalado e fazendo parte da realidade diária de todos os brasileiros !!!

  6. Também estou com Dilma para o país seguir avançando!
    Sou historiadora, especialista no tema da ditadura, e devo confessar que poucas exposições me emocionaram como a da sua mãe. Fui a mostra montada no Paço e está tudo lindo. Já havia lido sobre os vestidos, os lenços e todo o trabalho de Zuzu Angel, mas ver de perto, ver as imagens dos desfiles, a sua entrevista… Lindo trabalho! Coragem e força para seguirmos lutando pelo país.

  7. Esse país que vc descreveu no seu texto não é o país que vejo, e olha que viajo muito de Norte a Sul. Não discuto porque cada um enxerga como melhor lhe convém. O discuso do “nós x eles ” do PT só tem criado cisões e quem perde é sempre o nosso querido Brasil!

  8. Ouvir esse papo de de bedelho imperial do mundo … Grandes interesses internacionais …, é de dar pena …., ouvir do delubio … Dirceu… Lula… Paciência… Mas vc ?? Acredita mesmo nisso??? Lendo os comentários fico ainda com mais pena.. Se transformou em um blog pra ptista aplaudir… Uma grande pena

  9. Amiga Hilde
    mesmo não sendo eleitor da Dilma,fico feliz e admiro a sua inteligencia,coragem e ardor com os quais você defende suas idéias e ideais.
    Filha da Zuzu, corajosa é. Sou seu fã.
    bjs

  10. “SE OS FRACOS NÃO TÊM A FORÇA DAS ARMAS, QUE SE ARMEM COM A FORÇA DO SEU DIREITO, COM A AFIRMAÇÃO DO SEU DIREITO, ENTREGANDO-SE POR ELA A TODOS OS SACRIFÍCIOS NECESSÁRIOS PARA QUE O MUNDO NÃO LHES DESCONHEÇA O CARÁTER DE ENTIDADES DIGNAS DE EXISTÊNCIA NA COMUNHÃO INTERNACIONAL (RUI BARBOSA – A REVOGAÇÃO DA NEUTRALIDADE BRASILEIRA)

  11. Humberto em 05/10/2014 às 13:43 disse:

    Caríssima Senhora Hildegard Angel, bom dia.

    Imagine a Senhora se dentre os 201 milhões de brasileiros tivéssemos 90% politizados! Este país seria o “Paraíso do Mundo!”. O nosso país conta aí com 514 anos de existência e desde então adotando políticas de exclusão social e mazelas.

    Só a partir de 2003 a população menos favorecida começou a enxergar uma luz no fundo do túnel. O Brasil de hoje nada tem a ver com o Brasil de 2002, isso em todos os sentidos, as estatísticas estão aí.

    Infelizmente, não somos uma população politizada e, para piorar, temos uma imprensa que conspira contra os interesses do Brasil e dos brasileiros, sempre em defesa de uma elite também cínica e corrupta.

    Entre 1995 e 2002, o Brasil conviveu com dois mandatos de um governo que revelou ser uma verdadeira quadrilha. Foram 46 escândalos, todos jogados para debaixo do tapete. Nossa Carta Magna, até então, não permitia reeleição para Presidente da República, houve a compra dos votos de parlamentares a CR$ 200.000,00 para aprovar a PEC (Projeto de Emenda Constitucional), e assim FHC se reelegeu em 1998.

    Esse crime deixou uma sequela na memória do povo brasileiro e, assim como tantos outros crimes praticados por essa gente, continua impune.
    SUPREMO, STJ, PGR ficaram cegos, surdos e mudos.

    A direita, com a aquiescência das autoridades constituídas, armou um circo cujo objetivo era acabar com o PT e derrubar a Presidente Dilma Rousseff, eleita democraticamente.

    Em 1998, surgiu o primeiro chamado mensalão em Minas Gerais-PSDB-ex-governador Eduardo Azeredo. Processo 536, sub judice, envolvendo recursos de estatais mineiras: Copasa, Cemig e Comig, já se foram 16 anos e não houve julgamento.

    Já o mensalão do PT, ocorrido em 2005, teve seu julgamento agendado para as vésperas das eleições municipais de 2012 e a “dosimetria” – as penalidades – agendadas para as vésperas do segundo turno das eleições municipais de 2012. Tudo isso com cobertura do PIG – Partido da Imprensa Golpista, que culminou com a imbecilidade de o considerar “O JULGAMENTO DO SÉCULO”, que na verdade se transformou num julgamento midiático.

    Um jornalista mineiro, Amaury Ribeiro Jr., pesquisou durante dez anos a politica brasileira, o que resultou no livro “A PRIVATARIA TUCANA”, documentário em que informa os trâmites dos milhões de dólares resultantes da venda de 70% do Patrimônio Nacional, depositados em paraísos fiscais.

    Livro editado em 2011 com 340 páginas, sendo 140 com documentos extraídos em cartórios e tribunais. Passados 4 anos, as autoridades constituídas não se manifestaram, nenhuma CPI acontecem, nenhum processo foi aberto, não houve prisão.

    Ficaram cegos, surdos e mudos, enquanto para deslizes cometidos por petistas, aí, sim, as providências são urgentes e urgentíssimas, com direito a todos os tipos de estardalhaços.

    Mais dois livros que poderão também deixar o cidadão e cidadã brasileiro estarrecidos: “O PRÍNCIPE DA PRIVATARIA”, de Palmério Dória”, e, “OPERAÇÃO BANQUEIRO”, de Rubens Valente.

    Como DEUS é brasileiro, estou rezando para a senhora DILMA ROUSSEFF ser reeleita no primeiro turno com 60% dos votos válidos, para o bem do Brasil e dos brasileiros.

  12. Li a descrição perfeita da realidade brasileira. O Brasil precisa cobtinuar com seu programa de desenvolvimento, retirando da miséria “tantos” e tantas crianças.
    DILMA 13.

  13. É por ter um grande respeito pelas diferenças, que me coloco aqui a destacar uma que reputo importantíssima! Não se trata, amanhã, no dia da eleição, de escolher nomes, ou simpatias e antipatias imaginárias. Não há virgens na zona, ou seja, a corrupção é algo do qual não há assepsia total. De uma forma ou outra, mancha qualquer ensaboamento, mesmo o que lave mais branco. A corrupção, presente em todos os países civilizados, não é o maior mal do Brasil. Nosso maior mal é a aguda disparidade social, e que até já foi bem maior. É ver gente morrer de inanição, a morte pela fome. Tampouco se trata de escolher entre conduções amorosas ou odiosas. Trata-se então de ter que escolher entre, pelo que assim se apresentam, duas políticas: a de recrudescimento do grande capital especulativo ou a política da promoção de um estado de viabilidade de, pelo menos , um mínimo bem estar social. Opto pela segunda política.

  14. Nada como poder depositar um VOTO!
    Dilma ainda é a melhor opção na e para política dos Direitos Humanos!!!!!!!

  15. Não vou pensar/dizer muito…só quero agradecer por vcs(mãe e filhos) serem brasileiros, pois nos abarrotam de alegria e orgulho por sermos tds brasileiros!!

    Abraços!!!!!!!!

  16. Essa desculpa de “grande mídia ” já é um argumento antigo. Uma presidente que não sabe o que ocorreu dentro de uma das maiores empresas do país e distorce dados num debate não merece ser reeleita. Infelismente votei na Dilma em seu primeiro mandato, ainda bem que arrependimento não mata, se não eu há muito estaria cremado.

  17. Dessa vez Dilma deve mandar para o Congresso e irmos para as ruas para enfim conseguirmos regulamentar o que já está estipulado desde a Constituição de 1988.
    Não é possível que a mídia continue dando,malèficamente,as cartas,deturpando tudo
    ao seu maléfico prazer.

    • Vc está querendo censurar a imprensa, dona Sylvia. Sugiro que vá morar em Cuba ou na Coréia do Norte onde toda a mídia é censurada.
      Só saem aplausos, plumas e lantejoulas para o governo.
      Mude de país. Antes, vote no Aécio Neves.

  18. Reitero que a exemplo das eleições de 2010, novamente votei na Dilma. Feliz e consciente. é a candidata mais consistente, com mais tarimba e firmeza. Vamos para o segundo turno com determinação e confiança na vitória.

  19. Pessoa linda e inteligente, elite no quesito EDUCAÇÃO DE BERÇO é assim mesmo! Sabe porque vota e vota bem! Toda minha admiração!

  20. Sou sua admiradora Hildegard Angel, e em poucas palavras vc definiu o futuro que nos espera, isto é, se votarmos conscientes da importância do nosso voto pro Brasil seguir em frente, com as mudanças necessárias no processo de diminuição das desigualdades sociais.

  21. perfeita análise!vamos pra vitória- Hilde, não precisava nem do Pre-Sal, bastaria a oração – Dai de comer a quem tem fome- se todos os que se dizem cristãos seguissem esse mandamento deveriam votar na Presidenta que TIROu o Brasil do mapa da fome!i

  22. Se falarmos só na guerra que foram (pra quem assistiu) as votações no Congresso da “partilha” do Pré Sal, da Lei dos Portos e da “Neutralidade na Rede”, já daria para saber muito bem do que está falando a Hildegard. Mas, tem muito mais que não caberia aqui nesse espaço. A eleição só não ficou muito fácil para a eleição da melhor proposta para o Brasil (entre os três melhor colocados, só tem uma) porque temos a Grande Midia, que confunde a cabeça de milhões de eleitores.

  23. Adorei o seu texto. Só quem perdeu um ente querido como a senhora sabe a importância deste momento politico.
    .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *