DESPEDINDO E LEMBRANDO DE ADALGISA COLOMBO TERUSZKIN

A morte de Adalgisa Colombo Teruszkin entristece a nós todos, seus amigos. Faz-nos tristes saber que não a veremos mais e nos faz também, muito tristes, o modo intrigante como esta morte nos é comunicada. Através do programa Fantástico, três dias depois do enterro, sem maiores detalhes.

Adalgisa, nos últimos anos, andava distante de seus amigos de sempre. Durante uns bons 20 anos ela teve sua casa no Joá sempre cheia, nos almoços alegres e concorridos, os churrascos famosos, quando recebia ao lado de Flávio, com o filho, Junior, a sobrinha, Gisa, e os dois filhos do casal ainda eram pequenos. Depois, passaram a fazer muitas viagens a Portugal e diminuíram sua presença no Rio. Mas Adalgisa era sempre muito festejada quando era vista nos acontecimentos sociais e tratada com grande carinho.

Este seu desaparecimento comunicado assim, de maneira protocolar e espetacular, através de um programa de televisão, não combina com a pessoa que realmente tinha e cultivava amizades.

Meu beijo carinhoso, amiga, onde quer que você esteja. E que esteja em paz!

Minha solidariedade e os pêsames aos que ficaram, o Flávio, os filhos, os familiares, que não mais terão Adalgisa.

hilde angel, adalgisa e MAria Raquel, casamento do filho da leda castro neves, alfredinho, com MirtesOs anos eram aqueles de muitos babados e mangas bufantes, e aqui estamos nós, na época em que éramos praticamente inseparáveis: eu (de vermelho), Adalgisa Colombo Teruszkin e Maria Raquel de Carvalho, como madrinhas do casamento de Alfredinho Castro Neves

 

 

 

 

 

18 ideias sobre “DESPEDINDO E LEMBRANDO DE ADALGISA COLOMBO TERUSZKIN

  1. Olá, Sandor junior como você está, eu conheci o seu pai quando eu morava no Paraná,já faz algum tempo.

  2. Caros,
    Apenas para deixar claro, por acaso fazem hoje 03 anos do desencarne de Adalgisa, os serviços funebres foram feitos no mesmo dia pois ela desencarnou numa sexta-feira.
    Pela religião judaica o enterro não pode ocorrer no Shabat, o que obrigaria a familia a aguardar até domingo – sofrimento desnecessario.
    Não existe misterio no desencarne dela, infelizmente foi um infarto e não houve como reverter o caso.

  3. Cara colega:
    Vou procurar a foto do colégio para enviar a você. Meu e-mail eh
    gersonvs@hotmail.com e peco que você envie algo para ele para que eu venha a saber o seu, sem que seja preciso posta-lo onde outros possam conhece-lo.
    Abraços,
    Gerson

  4. Caro Gerson
    Agradeço sua atenção e também tentei junto ao meu marido encontrar o filme no qual participei.Também consegui somente fotos.
    Caso vc.queira, pode me enviar por e-mail a foto que vc.conseguiu e a da turma do tempo do colégio.Talvez assim consego lembrar de sua pessoa.
    Atenciosamente

    Shirley Oliveira Santos

  5. Cara Shirley:

    Eu estudei no Colégio Franco Brasileiro até 1949. Fiz todo o primário lá. Fui aluno de D. Odila, D. Besinha Braga, no primário, D. Nair, professora de matemática no ginásio e outros professores. Era muito amigo do Tarcísio, mais tarde do Henrique José e do Frederico, agora conhecido como Fred Falcão, compositor.
    A Adalgisa sempre se recordava dos velhos tempos, quando nos encontrávamos; a Maria Cristina, pelo que me lembro, saiu da nossa turma, acho que por motivo de saúde e não me lembro da sua volta.
    Tenho retrato da nossa turma no 5º ano primário, onde nós aparecemos. Se desejar, vou procurá-lo para lhe enviar.
    Um abraço,

    Gerson

    • Cara Shirley:
      Pesquisei tudo sobre o seu filme mas soh consegui uma foto de uma cena com Emilinha Borba. Não sei se você aparece nela. Ente no google com o nome do filme e veja, nos resultados, a referência aa foto em questão.
      Abraços,

      Gerson

  6. Caro Gerson,
    Realmente não me lembro de sua pessoa.Procurei contato com Adalgisa ou pessoas ligadas à ela, uma vez que eu gostaria de adquirir cópia em DVD do filme “Trabalhou bem,Genival!”, produzido pela Fama Filmes em 1955, na qual participei dançando,nas cenas em que Emilinha Borba e Carmélia Alves cantavam.
    Na época, eu fazia parte do corpo de baile do Teatro Municipal do Rio.
    Agradeceria se souber como poderei adquirir cópia desse filme.
    Atenciosamente
    Shirley Oliveira

  7. Muito obrigado pelo elogio feito à minha falecida mãe.. Fico feliz em saber que ela teve grandes amigas. Minha mãe, acredito eu, era muito humilde e batalhadora. Tinha uma energia boa, que atraía para perto dela pessoas do bem….. Infelizmente não tive o prazer de ter tido ela perto de mim, pois quando ela faleceu eu era apenas um recém-nascido com algumas semanas de vida. Desejo muitas felicidades, e que Deus possa sempre iluminar vossos lares, com muitas bênçãos a todos de vossa família…. Meu cel 21- 97510707 , se houver interesse em me conhecer para matar a saudade de sua grande amiga… Sandor

  8. Prezado Sandor, mesmo com o passar dos anos, lhe envio as minhas sinceras condolências pelo falecimento de minha grande amiga Maria Cristina.
    Em 1955 ,ainda aluna do Escola de Dança Teatro Municipal (RJ fui selecionada por Marlene Adamo para participar do filme “Trabalhou bem Genival!” nas coregrafias de dança..A saudosa Adalgisa Colombo,também minha amiga participou desse filme..Desejaria ter uma cópia de “Trabalhou bem Genival” mas infelizmente não consigo.Ficaria muito feliz se você pudesse me indicar como obter uma cópia desse filme.Atualmente resido com meu marido em Santa Catarina, mas pretendemos um dia voltar a morar no Rio.
    Agradeço desde já a sua atenção e esperamos um dia poder conhecê-lo

    • Shirley:
      Fui seu colega e da Maria Cristina. Ainda encontro alguns colegas do nosso tempo de garotos. Lembra-se de mim?
      Gerson

  9. bom dia sou filho de maria cristina,irmã da falecida adalgisa. minha mãe faleçeu no dia 10/08/66 com 29anos está sepultada no jazigo da familia do major laurindo bandeira de mello flores em botafogo. fico feliz em saber que vcs eram bastantes amigas. se houver interesse em me conheçer pra relembrar de sua amiga. puxei a minha mãe, deixe seu contato que ligo pra vc para marcarmos um encontro..
    tenho 46anos nasçi no dia 27/07/1966 abraços.
    muito obrigado pelo carinho com minha mãe e tia

    • Cristina foi minha melhor amiga numa época difícil da minha juventude, trabalhamos juntas como recepcionistas na loja H. Stern da Rio Branco, ano por volta de 1957/1958, depois fomos para a Câmara de Comércio americana, também na Rio Branco, mais tarde, moradora da Barra e já casada e com filhos, soube que Cristina havia falecido num encontro com Adalgisa num super mercado. Quero que saiba que sua mãe foi a pessoa mais doce que conheci na vida. Fisicamente diferente da irmã com quem tive pouco contacto, mas linda de verdade!

  10. Eu e Maria Cristina Colombo, irmã da Adalgisa, estudamos no colégio Franco Brasileiro e éramos grandes amigas.
    Perdi contato com a Maria Cristina e agradeceria quem pudesse me ajudar a
    reencontrá-la.
    Antonia Shirley Oliveira

  11. fiquei muito triste com o falecimento dela, pois me orgulho muito de ter em minha árvore genealógica, o parentesco com ela. sentirei muito sua falta, apesar de não nos falarmos, devido aos caminhos que escolhi na época, infelizmente não pude pedir, perdão a minha tia pelos meus erros do passado. sou irmão da gisa sou filho da maria cristina já falecida. peço por favor se algum dia vc encontrar com minha irmã diga a ela, que a amo e que me perdoe pelos erros de minha vida. parabens pela sua matéria em homenagem a minha tia.

    • boa noite hoje tenho 47anos, e moro na lapa, no hotel rio bahia, faço um trabalho em ipanema com vendas de salgados árabes no posto 10. sou corretor de seguros tenho registro na susep com o numero 20017803-9 desde 1998. sinto muitas saudades de minha irmã gisa, pois não nos vemos a mais de 10 ou 20 anos calculo eu, sou muito parecido com minha mãe de rosto, tenho traços de minha tia. deixo o telefone de contato do hotel 22329781 meu quarto n.115 aprecio muito seu trabalho. caso haja interesse em me contactar estarei ao vosso dispor parabens pela fundação que vc criou vi uma materia com a marta rocha fazendo uma doação achei bem legal..

  12. Ela foi a miss das misses, uma mulher sempre a frente de seu tempo, cheia de charme e firmeza, vai fazer falta, foi embora cedo demais!

    • Muito estranho o Flavio, Rodrigo ou Rafaella nao terem comunicados aos amigos, Conheci-a bem e fui a muitos almocos em sua casa tanto de Portugal como a do Joa….Era uma querida…..

  13. Ela foi a miss das misses, uma mulher sempre a frente de seu tempo, cheia de charme e firmeza, vai fazer cedo, foi embora cedo demais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *