Cravo Albin em peregrinação à cidade de João Gilberto

hildeangel@r7.com

Um único motivo impediu Ricardo Cravo Albin de ir ao jantar de seu best friend Paulo Fernando Marcondes Ferraz para as Cicogna, mãe e filha. É que Ricardo estava em Juazeiro, norte da Bahia, onde foi fazer palestra no Festival Internacional da Sanfona, que terminou ontem. Ricardo tomou essa limonada até a última gota: mergulhou nas águas do belo Rio São Francisco; visitou e fotografou a casa onde nasceu o ilustre juazeirense João Gilberto, criador da Bossa Nova; e fez uma visita ao Museu Regional do São Francisco, um belo palacete, que hospedou Getúlio Vargas, e fica na mesma Praça Imaculada Conceição da casa de dona Patú (a mãe de João Gilberto). A guia, Rosy Costa, diretora do museu, ouviu muitos elogios ao trabalho da instituição feitos por Cravo Albin, que foi ciceroneado no city tour por Tarcísio Ricardo, que vem a ser irmão de meu amigo Paulo Tarso, que me contou em primeira mão que Ricardo disse que esta jornalista foi escolhida membro do conselho do Instituto Cultural Cravo Albin, quanta honra! E quem disse que eu sou sempre a primeira a saber as últimas, hein?…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *