Celebrando a parceria glamourosa do Copacabana Palace com o antiquariato e a decoração

Arnaldo Danemberg – AD – é daqueles realizadores que fariam sucesso em qualquer lugar do mundo. Seu universo é o da sofisticação. Transita nele com desenvoltura e completo domínio de sua atividade, o antiquariato. Tem endereços no Rio de Janeiro, no Edifício Chopin, e em São Paulo, na Consolação, em espaços claros, vivos, contemporâneos, sem qualquer resquício, cheiro ou ranço de “velharia”. Um antiquário que caminha associado à modernidade pode soar como um paradoxo, mas este é o segredo do sucesso da marca Danemberg. Com seu bom gosto extraordinário, ele sabe colecionar e apresentar suas peças em ambientes que inspiram qualidade, tradição e o tempo presente. Ele tem bossa.

Os melhores arquitetos de interiores e decoradores recorrem a Arnaldo.  De São Paulo e do Rio. E quem trabalha com ele logo se torna amigo, pois difícil é cruzar na vida com alguém com tamanha fidalguia nas atitudes, seja com quem ele serve, seja com quem serve a ele.

E assim vai o Arnaldo, ampliando seu network de admiradores…

Naquela tarde de almoço volante na piscina do Copacabana Palace, entre drinks, reencontros e ótimas conversas, rodeando uma tenda montada à beira da piscina, confraternizando com o que há de elegante no Rio e em São Paulo, visitando os belos ambientes criados por Maurício Nóbrega para o corredor lateral da Pérgula, usando as peças de Danemberg, tive a mais absoluta certeza de que Arnaldo seria sucesso em qualquer lugar do Planeta. Estivesse na dificílima Palm Beach, nas exigentes Dallas e Houston, do Texas, na concorrida New York, com a mais difícil das concorrências, na requintada Paris, em Milão, na Côte D’Azur, na encantadora Roma, enfim, onde quer que Arnaldo tivesse pousado com seu talento, a competência, sua força de trabalho e sua fidalguia, ele estaria brilhando tanto quanto brilha aqui no Rio de Janeiro. Tanto quanto se destaca em São Paulo, onde abriu seu business há apenas dois anos.

Agora AD tem como reforço a filha, Paloma, que recebia com ele ao sol com frio, no Copa, vestindo um Diane von Furstenberg de malha vermelho e marinho, com meias opacas no mesmo tom do azul.  Uma garota com estilo.

E chapeau para a diretora-geral Andréa Natal, que ousa apostar em parcerias como esta, que tem a cara do Copacabana Palace, agrega elegância ao hotel e atrai uma frequência glamourosa, confirmando o carisma da hotelaria mais “quality” do Brasil.

 

pergola do copa 22

Pérgola 1

Fotos de Lucas Moraes

3 ideias sobre “Celebrando a parceria glamourosa do Copacabana Palace com o antiquariato e a decoração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *