A volta por cima de Antonio Galdeano

Depois de uma luta de mais de 60 dias hospitalizado no Samaritano, Antonio Sanchez Galdeano, 95 anos, está prestes a voltar para casa. Sua filha, Tanit Galdeano, atribui essa recuperação notável não só aos médicos como à excelência do atendimento do hospital, sobretudo da UTI, onde o empresário passou mais de um mês, superando o estado realmente grave em que se encontrava. Antonio não é caso único. Todos lembram, recentemente, do humorista Chico Anysio, com problemas pulmonares e cardíacos gravíssimos, e que, depois de uma temporada de meses na UTI do Samaritano, voltou à ativa, para alegria geral de sua nação de admiradores…

Com um corpo médico de altíssimo nível, o melhor que há, o diferencial do Samaritano é que, por ele ser um hospital relativamente pequeno – são poucos leitos se comparado aos hospitais mega de hoje – seus serviços são como de um hotel cinco estrelas, e sua enfermagem é de uma dedicação extrema, até afetuosa. Um hospital em que o paciente não é um número, é uma pessoa. Só esse detalhe já é um grande impulso para a recuperação do doente. E ficamos felizes em saber que a Amil, nova proprietária do hospital, pretende manter a mesma filosofia da administração do dr. Aderbal Maia, agora em transição para os novos gestores…

O calor humano não tem preço, por isso o Hospital Samaritano é um dos diferenciais do Rio de Janeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *