A paixão de um Rothschild por uma paulistana no casamento da temporada / Parte 5

Depois dos noivos e do casamento propriamente dito, o terceiro assunto que incendiou as conversas no casamento Sève-Waldner foi o romance do filho de Marie Hélène de Rothschild com o conde François de Nicolay, Philippe de Nicolay, e a belíssima paulistana Chris Saddi, que agora voltou a usar o sobrenome de solteira, Lotaif

Conhecido na Europa apenas como Philippe de Nicolay, aqui no Brasil, onde tem passado o maior tempo desde que comprou uma casa em Trancoso há dois anos, Philippe teve agregado ao sobrenome, pela mídia nacional, também o Rothschild, ao qual tem todo o direito, pois sua mãe era Rothschild não apenas pelo segundo casamento, com o barão Guy de Rothschild, como ainda pelo nascimento, neta que era, pelo lado do pai, da baronesa Hélène de Rothschild. E havemos de convir que, aqui em South America, o Rothschild soa muito mais – como direi? – impactante, não?…

Impactante de fato é a paixão demonstrada pelos dois, que todo o tempo evidenciavam a vontade de estar juntos. Fosse na pista de dança, fosse circulando entre as mesas, fosse posando pacientemente para os fotógrafos, sempre juntos. Quando Chris desligou-se um minutinho para ir cometer o pecadilho da gula, na mesa de chocolates im-per-dí-veis da Christiane Guinle e dos docinhos da Monica Soares Sampaio (doces com pedigree), eis que Philippe foi lá buscá-la. L’amour, l’amour, toujour l’amour. Estão felizes e é isso que importa, e as apostas eram se o namoro vai dar em casamento, sim ou não? Cravei no sim

A Chris, vocês sabem, é uma das queridinhas da mídia paulistana. Já foi Embaixadora da Dior no Brasil, dirigiu com o ex-marido, Cassio Saddi, a Itatiaia de representação de veículos, dele, é de ilustre família libanesa, os Lotaif, e sua avó foi uma das fundadoras do Hospital Sírio Libanês. Recentemente, Chris passou por momentos difíceis, tratando-se e salvando-se de um câncer. Uma vencedora…

Além deles, vocês verão outras presenças encantadoras no casamento Sève-Waldner, em que Kitty Monte Alto estreava seu primeiro Guilherme Guimarães. E o primeiro Gui-Gui, meus amores, a gente nunca esquece…

casamento baron2 A paixão de um Rothschild por uma paulistana no casamento da temporada / Parte 5

Fotos de Sebastião Marinho

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *