A arte naif de Oberdan

Vai até amanhã, sexta-feira, a exposição Caboclos Brasileiros, do artista plástico naif Oberdan Penha Magalhães, aberta no Clube de Engenharia. A curadoria é de Bianca Stella Lemos. Autodidata, contemporâneo do crítico Walmir Ayala, um dos entusiastas de seu trabalho, com quadros espalhados em mais de 100 países, Oberdan começou a pintar aos 17 anos, especializando-se em caboclos. Produz faixas, placas e painéis em sua casa em Bacaxá. Três de suas obras estão no Museu Internacional de Arte Naif do Brasil.

Oberdan-IMGP0207

Oberdan-DSC_0000009

Oberdan-IMGP0211

Oberdan-DSC_0000003

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *