Resposta a uma leitora

“Hilde, minha querida, com tantas imagens lindas a favor do Brasil neste domingo, com manifestações pacíficas em todos os estados e no DF, você foi escolher justamente estas duas??? Oi??? Mas entendo… Afinal, foi um domingo difícil para você e toda a turma do “pão com mortadela” que insiste em defender uma facção criminosa que está indo para o ralo. Entenda: os brasileiros não aguentam mais esses corruPTos!!! Acabou!!! O Brasil acordou!!!!”

Em resposta a Maria Luiza Andrade

Maria Luiza, também infeliz a imagem “pão com mortadela” usada por você, porque ridiculariza o alimento daqueles que, sem ter como pagar presunto, comem mortadela. Ocorre, Maria Luiza, que nossa sociedade está tão acostumada ao preconceito, que nem percebe ao praticá-lo. No RJ, fiquei chocada com os termos chulos do carro de som, sugerindo “pé na bunda” na presidente da República, nos repetido bordões, gritando “bunda, bunda bunda”, com o locutor atiçando a multidão contra o restaurante de uma deputada, na orla de Copacabana, e o ator pornô Alexandre Frota discursando ao microfone barbaridades, expondo o baixíssimo nível ideológico, cívico, psicológico e de alfabetização dos líderes e apresentadores do evento. Até em contraste com os populares participantes, que, na maioria, eram famílias de classe média da Zona Sul. Não, o dia não me agradou. Evidenciou a vulgaridade a que se reduziu a vida brasileira, a partir de nossos meios de comunicação, com o palavrão virando vírgula, o desrespeito a nossos símbolos pátrios se tornando lugar comum, e fatos, que não são fatos, afirmados como verdades absolutas, a partir de notícias não apuradas, veiculadas pela mídia, baseando-se em processos não julgados etc. Foi lamentável!

Sem esquecer que corrupto não é apenas o PT, o Brasil vive essa síndrome desde Pero Vaz de Caminha. Pela primeira vez há um governo disposto a apurar, sendo também o primeiro a fornecer instrumentos legais para isso. O PRIMEIRO, preste atenção. E sem interferir no trabalho da polícia, muito menos do Judiciário. Errado é manipular o povo com inverdades, em nome de conveniências dos grandes da mídia e das corporações financeiras e estrangeiras. Isso é que é errado, Maria Luiza.

64 ideias sobre “Resposta a uma leitora

  1. Eu frequentei escola na época da Ditadura Militar. Meus pais pouco sabiam a respeito, como a maioria do povo, mas sabiam que pessoas tinham sido assassinadas e desaparecido para sempre. Sentia o tom sombrio na resposta quando falavam disso. Mas me lembro de ficar chocada e impressionada quando uma professora relatou algumas torturas sofridas pelos que desapareceram nos porões da ditadura. Cresci com um senso de classe, de quem se reconhece da classe trabalhadora assalariada, em um bairro pobre. Estudei e com muito esforço consegui melhorar de vida, comparado à minha infância. Nunca pensei que a sociedade pudesse regredir tanto. É como se quanto mais jovem, mais emburrecido e na ignorância. Sabem o nome das músicas e artistas na parada de sucessos mas não conhecem a História e nem a importância que ela tem para um povo. Pior, nem tem capacidade de saber o quanto não sabem. Eu sinto vergonha alheia. O Brasil sempre esteve do lado mais fraco da corda, graças àqueles que mantém seu poder e riqueza entregando o país, mas garantindo o seu e de sua família. A gente não conserta ninguém, conserta apenas a si mesmo e olhe lá. Tem coisas, que por mais que se saiba verdadeiras, não adianta dizer. Dada a importância que elas tem, é preciso que os outros descubram por si só a respeito delas. Enquanto não for assim, não há o que fazer a respeito. Eu venho a esse blog e outros, outras mídias alternativas, porque o interesse já está em mim, não estou cega pela ignorância, embora não saiba tudo, ninguém sabe. Triste. Não vejo esperança de dias melhores tão cedo, não para essa vida. Somente se houver um milagre de lucidez coletiva. Só me resta o consolo de não fazer parte da cegueira coletiva. Deve haver alguma compensação no final, algo melhor. Digo isso graças à minha espiritualidade. Obrigada, Hildegard, por compartilhar conosco sua visão e informações relevantes. Estou certa de que nada terá sido em vão.

  2. Prezada Hilde, sou sua admiradora por sua coragem em expressar suas ideias e sentimentos sempre com a elegância que lhe é peculiar. Admiro você por ter preservado sua consciência em relação às classes menos favorecidas deste Brasil, mesmo frequentando a elite abastada do Rio de Janeiro. Imagino como deve ter sido difícil enfrentar certas situações, porque eu mesma passei por isso. Realmente é um momento que não podemos nos abster de marcar nossa posição, mesmo que isso signifique nos afastar de algumas pessoas que entraram nesse redemoinho de ódio contra um Governo que fez muito pelos mais desfavorecidos desse país. Muitas pessoas estão a vontade em deixar aflorar seu lado mais cruel, elitista e preconceituoso. Admiro você, ainda, por honrar a luta de seus familiares contra o golpe de 64 e este que está em curso em 2016 que pretende depor a primeira mulher eleita presidente no Brasil, em meio a uma avalanche de demonstrações de sexismo que visam enfraquecê-la e desqualificá-la. Parabéns querida Hilde.

  3. Excelente resposta Hilde. Não gostei do que vi, cadeirante tendo sua cadeira chacoalhada não por um, mas por vários, gente da manifestação obrigando outro de pensamento ideológico diferente a portar cartaz com palavras de baixo calão a liderança, o custe o que custar dos manifestantes na tentativa de depor ( pra mim não há outra expressão) a presidente eleita de forma livre e democrática, enfim, uma série de acontecimentos que a meu ver demonstram falta de educação institucional.

  4. Há muita discriminação contra quem votou no Lula e na Dilma, mesmo contra quem não é ligado a nenhum partido, mas reconhece, apoia e incentiva as melhorias que vieram desde o Lula. Gostei da resposta que a Hildegard Angel deu. E esse negócio de turma “pão-com-mortadela” é, atualmente, uma feliz realidade de quem, na época do FHC, não tinha nem farinha e banana se não fosse por doação de europeus e americanos. Abraço do leitor, Jamill.

  5. Vocês vivem em que país? Será que a falta de segurança, saúde, emprego, educação, etc… é tudo mentira? No domingo não tinha só elite não! Haviam trabalhadores pagadores de impostos que geram emprego e renda e esse governo chama de “coxinhas”. Falam que tiraram 20 milhões da linha de pobreza. Deviam ter tirado o dobro se não roubassem tanto. Chega de achar que somos idiotas!!
    Fora PT, fora Dilma!!! Quem achar ruim que os acompanhem a Cuba ou pro raio que o parta!!!

      • Meu nível é bem melhor do que as pessoas que você defende. Tenho certeza que 90% dos seus leitores não aprovam sua defesa de um governo tão corrupto. Admiro demais seu trabalho, só não posso compactuar e aceitar de boca fechada tamanhas inverdades ditas em sua coluna. Nós da classe média estamos no fundo do poço, perdendo nosso poder de compra, empresas falindo, um caos. Desça do seu pedestal e venha ver de fato o que está acontecendo nas ruas. Falta tudo, inclusive vergonha na cara!!

  6. A resposta publicada por mim deve ser endereçada à senhora Maria Luiza Andrade, o que, por um lapso não ocorreu. Ficou parecendo que respondi à Hilde, a quem muito admiro! Sou petista e não admito ser afrontada!

    • Dona Angela, o seu discurso me lembra o de um certo aprendiz de ditador que quer controlar os Três Poderes. Vá pra Cuba e não volte.

  7. Sra.Hildegard
    A Sra. insiste em não entender o que observo, quando digo que falta honestidade em seu relato. Também discordo estou da “utilização de palavrões em jingles e bordões de comício político, para ofender figuras públicas. É feio. Indigno. Vulgar”. Ponto e vírgula – Repito pois minhas observações de que é estranho criticar a linguagem chula de seus adversários, e esquecer a mesma linguagem chula de seus adeptos/correligionários, haja visto o linguajar de Lulla, em conversa com a PresidentA, e de outras amplamente divulgadas nas redes sociais e/ou entrevistas, ou de seus correligionários como Marlena Chuai, já citada, e de seu agora aliado Fernando Collor de Melo, ao se referir da tribuna do Senado ( FDP), ao Dr. Janot. Vamos deixar as paixões de lado, e se de fato ansiarmos por um país melhor, precisamos de CORAGEM para registrar os fatos como de fato são, criticando as mazelas de uns e outros

  8. Hilde, admiro sua nobreza. Parabéns. Creio que haja pelo menos 2 tipos de seres que estão fazendo esses comentários nas redes sociais ou encolerizados nas manifestações nos últimos 2 anos: uns são os que JAMAIS SE IMPORTARAM COM O BRASIL, “o meu eu defendo e danem-se”; outros são os ignorantes que NADA SABEM DE HISTÓRIA nem da DO BRASIL nem DA UNIVERSAL, remam no efeito manada se achando conhecedores mais do que todos. Os INTERESSES QUE ESTÃO EM JOGO SÃO MUITO, MAS MUITO MAIORES que o COMBATE À CORRUPÇÃO. Ou melhor, NÃO DESEJAM QUE SE COMBATA A CORRUPÇÃO. Defendem seus um terço, metades etc. etc. inclusive em função DOS LUCROS INTERNACIONAIS comprometidos há anos com MUITOS GOVERNOS ANTERIORES.
    Essa pseudo-revolta, MAIS ONLINE DO QUE TUDO, é fruto basicamente de má-fé, mau caráter e IGNORÂNCIA.

  9. Quanto aos comentários de baixo calão, irracionais, de quem não possui argumentos, e pela arrogância e ironia esnobe tentam vender sua baixeza, ofendendo não só Dilma, como 53 milhões de eleitores que sabem o que quer, existe apenas uma resposta : quem não respeita a mulher nas suas várias gerações familiares, vai respeitar quem???

  10. Pela segunda vez a as organizações globo fomentam um golpe de estado, tirando corruptos para tentar trazer os outros que sempre atenderam aos seus interesses. Talvez daqui há alguns anos o jornal nacional, se ainda existir, venha novamente pedir desculpas em nome da organização golpista.Pode ser que alguns jornalistas dali morram de vergonha de ter de participar disso.

  11. Sra Hilde! Você não me conhece e acredito como a maioria que aqui comentam também não. Sempre militei pela democracia neste País, sou desconhecido, hoje não faço parte de nenhuma direção partidária ou de movimento social, sou apenas mais um, como milhares que militam sem nada receber em troca, mas acreditam na construção de um País justo, igual, Livre. Sua palavras reconfortam todos aqueles que acreditam na sinceridade do ser humano e não se calam pela injustiça praticadas por instituições que sempre se beneficiaram com a corrupção. No regime militar, pois passei quase toda minha vida nela, beneficiaram pessoas e essas instituições que hoje inflamam um golpe em nossa País. Tudo se repete. Mas eu acredito, depois que li seu comentário, que dessa vez haverá resistência e o GOLPE FASCISTA NÃO PASSARÃO!!

  12. Infelizmente estamos retrocedendo e nessa hora a sensatez só leva pancada.
    Ótimos artigos, sra Hilde, espero que continue, apesar dos xingamentos.
    Há uma historinha publicada em revistas de Fc (bem antigas) que termina com… “aquêle que libertar prisioneiro voluntário, bem poderá ser chamado, em vez de herói, grande otário”.

  13. Concordo que “qualquer rótulo é ruim”, principalmente quando utilizado pelo adversário. Mauricinho, Patricinha, Coxinha, Mortadela, Ptralha, etc, etc.
    Todos eles visam, desmoralizar o adversário. O que eu pedi é tão somente “mais honestidade” em seus comentários. Não vamos ficar numa discussão interminável de qual rótulo pode e qual não pode.
    Quanto ao palavreado do Lulla, ele foi divulgado por uma DEPUTADA da “base aliada”, e não por uma “câmera indiscreta”. Aliás, não é a primeira vez que seu palavreado chulo é divulgado… , além de aplaudir as manifestações de seus seguidores, como da Marilena Chaui, de que “odeia a classe média”, amplamente divulgada nas redes sociais. Reafirmo pois minhas observações, e não argumentação, da falta de honestidade ao se referir às manifestações de seus aliados e de seus adversários

    • OK, retifico: “câmera indiscreta de uma amiga”, que gravava uma conversa íntima sem saber. Não estou patrulhando o palavreado de cada um, estou criticando a utilização de palavrões em jingles e bordões de comício político, para ofender figuras públicas. É feio. Indigno. Vulgar. Ponto.

  14. O povão ser chamado de “coxinha”, pode, falar que o PT come “mortadela”, não pode. O povão gritar “bunda” não pode, o Lulla, conversando com a Dilma, mandar enfiar o processo no c…, pode. Mais honestidade D.Hildegard !!!
    Penso que é melhor ser “coxinha”, do que “Ptrouxinha”

    • “Coxinha”, acredito, deriva das calças justas nas coxas usadas pela juventude das baladas. Seria o mesmo que “Mauricinho”, “Patricinha”, porém acabou abrangendo todo o grupo social melhor sucedido. Qualquer rótulo é ruim. Mas, no caso do “mortadela”, pior, pois se busca também humilhar a pobreza. É bem diferente. O povão ser insuflado ao microfone, por um carro de som potente, para berrar palavrões, não é conveniente, você há de concordar. O palavreado de quem quer que seja usado em sua intimidade, em seu grupo social, não me diz respeito. Se foi flagrado por uma “câmera indiscreta”, muito menos. Seus argumentos não se sustentam. Eu esperava mais.

  15. pior do que se encontrar na necessidade de ter de comer pão com mortadela é fazer a opção de ter um pensamento ” pão com mortadela”.

  16. Olá Hilde,

    A corrupção no Brasil é culturalmente visceral. Muitos exemplos do passado estão aí. Que bom, que o Povo acordou, mas problema estrutural é anterior à
    crise que o governo está vivendo agora. Não é com vingança ou ódio da classe política e da maioria silenciosa que foram para às ruas, que nem imaginam, o Day After, quando haverá uma crise sem precedentes, tanto nacional e internacional, que estão fornecendo mais munições para quem detinha apenas pequenos fragmentos de poder.

    É um ponto crucial e essencial para a classe política ávido para ocupar o cargo máximo, se perpetuar no Poder. Calam-se as bocas do Judiciário, do MPF, MF e da PF, a sangria aos cofres públicos, as privatizações das nossas riquezas minerais, a nossa Amazônia em perigo, a liberação da Canabis Sativa, um sonho acalentando pelo FHC, vide o nosso vizinho de fronteira, o Uruguai que o governo tomou para si o direito de negociar com qualquer País, a mídia subserviente aos interesses espúrios, e para a felicidade de todos, joga-se croissant, quem pode vai a Miami, e quem não pode vai de Central do Brasil, mesmo.

    Acho que tudo já foi falado e criticado, mas morrerei dizendo, que infelizmente a nossa tradição política conservadora conspira o tempo todo contra o povo brasileiro mais desafortunado. A pressão da Direita, que se junta a ela, os traidores da Pátria, é hora do Senado e Câmara tomarem posição, e iniciar o processo de impeachment contra a Presidenta Dilma. E é assim que a Caminha a Humanidade.

    A propósito, pão com mortadela, ADORO!!!! Com pedaço de abacaxi hummm…,
    não tem igual. Fala mal, porque nunca foi ao Cervantes, o Baixo Meretrício da Prado Júnior, em Copacabana, pois, o seu ídolo Aécio Neves costuma ir lá às altas horas da madruga.

      • Olá Hilde,

        Coloco tudo que vem da minha cabeça. Não escolho palavras, eis o meu defeito. Digo o que sinto. Se é confuso ou não, cabe as críticas para que eu possa me policiar da outra vez. Estou sempre me referindo a classe dominante que quer se perpetuar no poder e continuar saboreando das benesses do poder. A população é só uma coadjuvante que faz parte do coliseu romano.

        Não sou PT e nem do PC do B, mas simpatizo pela causa ideológica. Entrei para o antigo MDB, e fiquei no PMDB, até trabalhar em todos os diretórios. Foram mais de 20 anos de Partido, e depois, fui para a fazer a Fundação do PSDB, pelas mãos dos saudosos, Arthur da Távola e da Heloneida Studart, que eram mais de centro-esquerda do partido. É só pesquisar as antigas filmagens da fundação. Estou lá, assessorando o Arthur da Távola.

        O que o PSDB pregava, a princípio, era a Social Democracia. De social e de democracia, nada tinha. Ficamos desiludidos pela política privatista do FHC. Heloneida entrou para o PT, Arthur continuou e eu fui para os movimentos sociais. Ainda teimo em dizer que é preciso olhar para a população mais carente. Mas que, infelizmente, com a política conservadora dos antigos coronéis, infelizmente, permanecerá o Status Quo. E com a manifestação de ontem, nada me surpreenderá que o PSDB e os partidos aliados forçarão a Câmara e o Senado a proceder com o Golpe, baseado, no que viram ontem, e senão o fizer, o Supremo fará. E se não o fizer, continuarão com a propaganda caluniosa e a desestabilização da economia. O Brasil para. Mas para quem conhece a fundo o maquiavelismo político, tudo está caminhando para um xeque mate. Agora é só aguardar o caminhar da carruagem, para vermos os estudantes secundaristas, universitários, movimentos sociais, sindicatos, as instituições em defesa aos Direitos Humanos, as entidades de defesas das minorias, as entidades associativas das favelas e de asfalto, o MST, as Ligas, as esquerdas ideológicas, a militância partidária e etc. e tal, irem às ruas, Essa que é a verdadeira cara do Povo que farão de tudo para defender a soberania e a justiça social dos governos Lula e da Dilma
        Enfim, cansei, e encerro o meu discurso.

  17. Hilde é a prova concreta que é possível ter berço, educação, recursos, sem abrir mão do humanismo, compaixão e generosidade! Você me representa.

  18. Perfeito! Parabéns pela clareza, sensibilidade, educação e conhecimento do que realmente acontece no Brasil. Você me representa.

  19. Parabéns pela lucidez, cultura e pelas palavras reais que você disse Hildegard.
    So quem viveu na pele os horrores de uma ditadura, de uma politica onde a vida humana nao era respeitada pode dizer palavras tão verdadeiras como a sua.
    Infelizmente hoje em dia as pessoas não conhecem a historia e apenas vomitam o que a mídia golpista joga.

  20. Caro Venceslau, seu comentário é por desconhecimento da história recente do país, ou por tentativa de mascarar a verdade, para enganar os incautos?
    O Ministério Público só tem essa liberdade de investigar graças aos governos do PT. Foi Lula que “inventou” de nomear um Procurador Geral indicado pelos próprios procuradores. Mesmo depois do Antonio Fernandes ter feito a acusação do Mensalão…Lula o reconduziu ao cargo ( e não existia ou existe nenhuma lei que determine isso). O mesmo fez com o Gurgel , por dois mandatos e , agora, a Dilma repetiu o ato com o Janot.
    O “tiro no pé”, poderia ser um termo usado pelos petistas, em relação ao republicanismo do Lula, em um país de coronéis. Tivesse o Lula e a Dilma “mantido o que está na Lei” , teriam nomeado um amiguinho para o cargo de Engavetador Geral, como fez FHC ( nunca investigado) e continuam fazendo os governadores do PSDB.
    Como estamos em um site de gente educada, que lida com argumentos e não com agressões, mesmo que indiretas, vou parar por aqui, em respeito à Hildegard, que sentiu na própria alma o quanto custa a perda dos direitos democráticos.

    • Glória, sua argumentação foi escrita com letras vermelhas do começo ao fim. Seja mais sensata, coerente e menos petista. O petismo está como o Titanic. A poucas horas de afundar e nunca mais voltar. Corra enquanto é tempo.

      • Ari, o PTismo é o único que vai sair fortalecido dessa situação toda. Quem viver, verá. Espero que você viva.

  21. esse é o grau de “conhecimento” das pessoas que querem mudar o país…..parabéns pela resposta, Hilde.
    reinaldo carletti

  22. A resposta do blog da Hilde glorifica o PT. Não é o desgoverno corrupto que está combatendo a corrupção, mas sim o Ministério Público Federal.
    O que mais se disser além disso será um tiro no pé.;

    • O sr. Venceslau está certo. Além da roubalheira generalizada perpetrada por PTtralhas, há comunistóides em todas as partes do desgoverno desde 2003. E os vermelhos nunca gostaram de trabalhar, embora amem os contracheques cada vez mais gordos e cheios de benesses. Logo, logo, essa farra vai acabar e muitos blogs serão desmascarados. Não é o caso deste que leio diariamente, embora me aborreça diariamente na mesma proporção. Ele é petista até a última gota de água.

  23. Parabéns Hildegard! Não esperava nada menos de você. Mas também não espero nada menos dos manifestantes de hoje. Achar que as imagens tem que ser perfeitas, mostrando céu azul, gente arrumada, uniformizada, bonita e dentro do padrão. Aparentando uma união que a gente sabe que não existe. Manifestar com a polícia não reagindo com violência nem quando é afrontado, faz todos os abusos, provocações e xingamentos se transformarem num dia lindo.

  24. Beleza de resposta , Hilde, com a elegância com que tem sustentado sua posição, incontestável por ter conhecido muito de perto o regime ditatorial, de triste memória para nosso País..
    Bjs.,
    Regina

  25. Você tem suas posições e eu tenho as minhas… Que fique claro: quando falo da turma do “pão com mortadela” não estou fazendo referência a pobreza/classe social… você sabe bem, não se faça de vítima ou desentendida, Hilde… estou me referindo aos coitados que o seu partido, o PT, leva para fazer manifestação… Eles não vão por livre e espontânea vontade???? Não!!! Vão porque estão ganhando um “pão com mortadela”. Ou você não sabia disso??? É apenas isso que o PT consegue oferecer hoje a eles…

    • Caraca mulé…. tu ainda insiste. O que mais tu precisa ver de respostas, não só da Hilde mas de todos aqui se manifestando. Me diz, isso é ignorância mesmo ou está com o rabo tão preso que tens medo de algo que te possa atingir??? Cuidado, pau que bate em Chico tb bate em Francisco.

    • Ô Maria Luiza, melhor calar a boca. Você recebeu um baita fora e ainda fica se justificando? Calada você está errada, morou?

    • Por favor, vai trabalhar e pare de vestir a fantasia de bandeira, o Brasil precisa de gente com vontade de trabalhar, e um curso de boas maneiras também não lhe faria mal.

    • Sra Maria Luiza :
      A Senhora ainda perde tempo em responder? Não caia nessa cilada. É como argumentar com uma parede..já tentou? Cada um com suas convicções e ponto final..
      Lógico que se referir ao pão com mortadela (que adoro por sinal), não estava querendo menosprezar ninguém e muito menos a quem é pobre, até porque pelo preço que anda a mortadela e o pão daqui a pouco só rico para comprar.
      Estava se referindo às pessoas,na sua maioria desempregados, que vão para às ruas nem sabendo o que estão defendendo , em troca do pão com mortadela, de um trocadinho ou da promessa de um emprego.
      Imagino que a Sra tenha mais consciência social do que muitas que “ficam indignadas” e nada fazem em prol do próximo que precisa.
      Um abraço e viva a vida!!!!!!!!!!

      • Senhor Quyco, tenho lhe dado todo o espaço aqui para o senhor polemizar com dignidade, colocar suas ideias, e não tomo partido em suas discussões. No entanto, o senhor agora faz isso. Não foi nada gentil, senhor Quyco, ao se intrometer em meu diálogo, tomando partido e de modo grosseiro. Donde que peço não envie mais comentário para este espaço. O que o senhor acha, que iria “fazer a minha cabeça”? Minhas convicções levaram uma vida para serem construídas. Não é porque simpatizo com a ideia do nome iniciado por Q, a exemplo de um dos meus dramaturgos preferidos, Qorpo Santo, que hei de aturar desaforo. Sendo assim, faço-me muro intransponível e peço que não deposite mais seus comentários em minha blindagem. Passe bem.

        • Esta é a RESPOSTA que este senhor Q. merecia ha muito tempo! Voce já lhe deu muito espaço! ELES NÃO dão nenhum pra nós: JÁ partem pra ofensa pessoal !!! BRAVOOOO…

        • Sinceramente não entendi o porquê de palavras tão duras. Apenas expus meu pensamento que coincide com o da Sra Maria Luzia.
          Nunca usei de palavras ofensivas, de baixo calão ou grosseiras em todo esse tempo que passei a escrever em seu blog. Aliás já li respostas um tanto agressivas e a Senhora não respondeu do modo que está respondendo agora.Não entendi.
          Tem todo direito de achar que fui desaforado, etc e tal. Minha consciência está tranquila que nada fiz de errado. Apenas expus o que penso e sinto sem ofender ninguém. No meu entender isso é democracia.
          Se é para ter um blog onde escreve o que quer e não permite apartes em discordância feitos com educação , sinto muito.
          Saúde , Paz e Passe bem também.

    • Cara Maria Luiza Andrade,

      Realmente cada um apoia a posição política que seja mais “confortável” para si, seja ideológica ou financeiramente.

      Você tem todo direito de expor seus pensamentos. Mas vir ao site da querida Hilde e tripudiar em cima das convicções dela “dia díficil para vc e a turma do pão com mortadela”.

      Ora o que você veio fazer aqui, ao mostrar sua indignação com as fotos escolhidas por Hilde, foi provocá-la com a sua suposta superioridade sugerindo o suposto sucesso de uma suposta manifestação contra a corrupção.

      Para Hilde e para nós que a apoiam o dia foi triste pois nos lança nos braços da Plutocracia e Traidores da Pátria.

      Triste dia pois sabemos que os manifestantes estão sendo usados para o jogo sujo da Geopolítica e dos Petrodólares.

      A Vazajato é somente uma cortina de fumaça. Acham que é uma Operação contra a Corrupção????

      Na verdade querem trocar os Corruptos do petê pelos corruptos do peemedebê, peessedebê e cia???Quem quer assumir o Poder???

      Aí , minha cara Maria Luiza, teremos as opções: Temer, Cunha, Renan, Aécio, Serra ou Alckimin e seus assessores já levaram um mensalão cada um.Todos denunciados e….TODOS SOLTOS….são blindados pela máfia da plutocracia. Ministério Público e Judiciários são cargos ocupados pelos donos da política que treinam seus filhos e apadrinhados para ocupar cargos vitalícios.

      O Brasil ainda tem capitânias hereditárias que financiam os golpistas, seja pelo dinheiro ou pelos julgamentos de Engavetadores da República.

      O petê tem voto mas não tem o poder que essa gente tem…o Quarto Poder da Mídia e do Dinheiro, o Quinto Poder de Cargos Vitalícios e o Sexto Poder das Igrejas.

      Sugiro, humildemente, que faça suas explanações nos sites e blogs que sejam favoráveis às suas posições.

      Aqui vamos louvar e abraçar nossa querida Hildegard Angel, sua história e suas convicções políticas e sociais.

      Obrigada Hilde por dar sua Voz a todos nós que sonhamos com a Soberania de nosso Brasil e de nosso Voto!!!!!

    • Ainda veio aqui reforçar sua idiotice? Vá cuidar de sua vida, desocupada!Trabalhar é preciso!Se a resposta viesse de mim, mandaria você à pqp, sem rodeios! Pessoas como você não merecem respeito!

    • Maria Luiza, não se ressinta comigo, mas vc parece ser midiotizada e imbecilizada. Eles vão pq querem apoiar o governo que lhes representa, se por acaso recebem um sanduíche, o valor de transporte, água etc, é um direito deles e de quem oferece, sejam inclusive, esses, movimentos sociais, pois enquanto tem gente que fica aí num mundo líquido, há uma parcela de pessoas que está desperta e que se movimenta em torno de bens comuns às classes menos favorecidas materialmente. Você foi mal educada, até por comentar para uma pessoa que tem uma vida marcada por eventos de responsabilidade historicamente de ideologias de direita, foi deselegante e parece ser incapaz de entender o que é uma ideologia progressista. E sua incapacidade de raciocínio é tão limitada que sequer é capaz de escrever um comentário coerente com o que pensa. Faz uma análise de interpretação nesses comentários, são um horror. Além disso tudo, duvido que entenda que existe muito mais temas importantes, preponderantes, além de corrupção e que ficar nesse eterno discurso de corrupção e pobreza de espírito de pão com mortadela, é um atraso pra você.

    • olá cara maria . bem em SP na última ‘ manifestação’ dos da ‘oposição’ ( Oposição ao Brasil de Fato ) ganharam picadinho de filet , cherie ! precisa desenhar para você ? se sua ‘inteligença’ não é tão boa , Não Venha Querer Obstruir As Alheias ! sujos fascistas ! asco …

  26. Parabéns pela elegância de sua resposta.
    Eu já teria usado o xulo VTNC, que penso não ser mais nenhuma grande ofensa. Afinal ninguém se intimidou a usar este termo para a pessoa que ocupa o cargo mais alto do país e em público!
    Vou tentar ser mais paciente e menos vulgar.
    Adorei sua elegantérrima resposta!

  27. Parabéns pela resposta. Como a senhora tem classe, acabou perdendo tempo respondendo. Apesar do tempo perdido, a sua função se perfez: é informação para nós.

  28. Hilde,
    ao ver algumas fotos e ler alguns comentários sobre a manifestação de hoje, só reforça o que infelizmente já sabemos: está faltando respeito, educação e um mínimo de civilidade por parte de algumas pessoas.
    Estudar é preciso. Se informar é fundamental.
    Ser contra e querer se manifestar é uma conquista que foi conseguida com a volta da Democracia, que esteve suspensa por tantos anos e provocou o sofrimento, tortura e a morte de muitas pessoas durante a ditadura.
    Fico indignada, como é possível que uma pessoa minimamente informada possa defender esses atos de horror, preconceito, racismo, homofobia e machismo?

    Uma coisa é certa, querida Hilde, a vida é feita de escolhas e me dá um alento no coração e na alma saber que existem muitas pessoas dispostas a lutarem por um mundo mais justo e correto.

    Tenho certeza que sua mãe e seu irmão estariam orgulhosos de você,

    Receba meu carinho e a certeza que estamos do lado certo.

  29. Concordo e me sinto representada Hilde. O ultraje contra a Presidente também atinge a todas as Mulheres. Sem falar de outros preconceitos exarcebados nestes atos, a favor de corruptos não Petistas.

  30. Não sabem onde significa o medo de falar, a prisão sem qualquer nexo, a perda.de um ente querido, as palavras nunca ouvidas. Só se pensa em ofender, derrubar. Retirar conquistas que imaginam somente dos “outros”. Apagar, retroceder…
    Se eu sinto um aperto enorme, embora fosse apenas uma criança no início da ditadura, imagino você (desculpe a intimidade) Hidelgard. Que perdeu não apenas a liberdade. Impossível nascer com sentimento de universalidade, irmandade e empatia e vislumbrar nosso futuro sem sentir um nó na garganta e um aperto no peito. Que Deus a ilumine mais ainda é lhe permita vida longa.

Deixe um comentário para Hildegard Angel Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *