Os que comparam o momento com a Era Vargas podem se tranquilizar, Lula não dará tiro no peito e o golpe ‘No Pasará!’

Ao que se diz, Lula, após a leitura da trilogia escrita por Lyra Neto sobre Getúlio Vargas, concluiu que a História brasileira se repete nos dias de hoje, sem por nem tirar.

A obra expõe a mesma estratégia demolidora do establishment, acionada pelos estrangeiros, usando a mídia como força manipuladora da opinião pública para atender a seus interesses, durante a Era Vargas.

No caso de Getúlio, o epílogo foi uma bala no peito, uma Carta Testamento e a História do Brasil se repetindo, como um disco rachado, a cada duas ou três décadas ou até menos.

No que se refere à Oposição atual, ela por óbvio não pretende o suicídio de Dilma, nem o de Lula muito menos o de Zé Dirceu. Um infarto fulminante cairia bem. Seria de maior conveniência e sem traumas.

Um tiro no peito de Lula acrescentaria tons trágicos à trama, atrairia multidões de vermelho às ruas, melaria o golpe tout court. E o disco rachado voltaria a girar repetitivamente…

Porém, respeitável público, não há possibilidade de um impeachment baseado apenas em depoimentos de criminosos confessos.

Um golpe assim mal ajambrado pôde até ser possível nos indefesos e fragilizados Honduras e Paraguai. Porém, não numa Nação calejada de nome Brasil.

Não, desta vez, não lhes daremos o gostinho.

As redes sociais, lúcidas, combativas, informadas e opinativas, estão aí na Nova Era da Internet para bradar: No Pasarán!

15 ideias sobre “Os que comparam o momento com a Era Vargas podem se tranquilizar, Lula não dará tiro no peito e o golpe ‘No Pasará!’

  1. N adianta esconder a corrupção com discurso social. Oq esse grupo tinha p dá de bom ao nosso país, já deu. Aprenderam a gostar de champagne, e n querem mais parar,se tornaram a tão temida,por eles, elite branca. Se misturaram. Vivemos um limbo político. Precisamos de uma reforma política urgente. E q Dilma tenha mais habilidade política e de gestão.

  2. O Gustavo de Almeida Prado provavelmente tem saudades dos tempos da probidade em que o imaculado governante tinha na AGU o Gilmar Dantas e na PGR o Geraldo Brindeiro que empurrava tudo pra debaixo do tapete e o povo do nordeste passava fome e o Brasil estava firme no Mapa da Fome da ONU.

  3. Interessante como alguns blog manipulados tentam ocultar a maior roubalheira desde que Cabral aqui chegou em 1500. O país está aniquilado e ainda há deslumbrados da esquerda caviar que ainda vêem salvação para o Titanic do PT. Não há salva vidas disponíveis para os que ainda estão no poder. Alerta geral para o Movimento Comunista Internacional e a sua seccional brasileira.

  4. Você continua defendendo essa corja? Acorda HIlde, enxerga que o PT insituionalizou a corrupção no país.

    • Continuo defendendo um país com transição democrática, em que se cumpra a Constituição, em que a vontade das urnas seja obedecida; um país em que não seja praticada a “opinião única”. Estamos longe disso ainda. Defendo um país com as instituições fortes e harmônicas, avessas às pressões externas, em que os diferentes poderes dialoguem com franqueza, sempre visando os interesses da Nação, e não de grupos internos ou externos. Um país em que o povo seja bem informado sobre tudo, e não manipulado com meias informações. Um país em que os partidos – quaisquer que sejam eles – não tomem o poder “de assalto” para satisfazerem interesses pessoais e/ou projetos partidários. Mesmo que esses projetos visem beneficar o povo, nada justifica a falta de lisura, a ausência de ética. Porém, pior do que tudo é a instabilidade das instituições, o drible constitucional. É um perigo que não quero ver novamente o meu país correr. Pois sei o final dessa história.

    • O comentário da Rosi Costa é a prova perfeita e acabada do que eu disse sobre a campanha da mídia. Tanto a mídia escondeu e protege seus “bandidos de estimação” (e esconde as extraordinárias transformações realizadas no país nos últimos anos) e tanto acusou o partido mais odiado pela classe dominante de corrupto que muitos acabam acreditando nessa “realidade fantástica” em que a corrupção no país começou em 2003 (quando as instituições no Brasil passaram a ter liberdade para realizar suas atribuições) e está circunscrita ao Governo Federal, ou de alguma forma associada a esse governo, como tentam nos fazer crer na criminosa exploração de um caso ordinário de relações impróprias de uns poucos entre 80 mil funcionários da maior empresa do país com seus fornecedores. Caso esse que, se não fossem os interesses espúrios partidários envolvidos, teria sido resolvido no âmbito administrativo da empresa, em qualquer país sério do mundo.

  5. Acertou em cheio mais uma vez.Esses golpistas que não ganham eleições democraticamente, só resta tentar. A mídia tem que ser regulamentada e pagar seus impostos. A P.Federal Tem que ser integra,isenta, honesta.
    E quanto aos vendedores do nosso petróleo para os gringos, os paus mandados, controlados e pagos pelos USA são traidores do nosso país.
    “NO PASSARÀM”

  6. Sou contra o impeachment.
    Governo incompetente e desonesto tem que padecer até o esgotamento.
    O povo tem que sofrer para aprender a votar com o cérebro.

    • O povo vota com o “cérebro” contaminado pelas informações manipuladas e distorcidas de acordo com os interesses das empresas PRIVADAS que controlam os meios de comunicação.

      Bandeira de Mello: “O maior inimigo do Brasil é a mídia brasileira”

      Celso Antônio Bandeira de Mello critica severamente a imprensa brasileira e explica:

      “Fala-se muito em liberdade de imprensa como sendo uma coisa importante por uma razão óbvia: onde é que nós recebemos informações sobre o Brasil e sobre o mundo? É pela mídia. Logo, se ela nos der uma informação truncada, orientada, encaminhada para valorar certas coisas e desvalorizar outras, o que nós brasileiros vamos ter dentro da cabeça?”.

  7. Os “movimentos” dos “Facebooks” da vida, é como eu postei outro dia na minha página: fica tudo PROTESTANDO no FBK, conclamando o “outro” o “povo” à ir para às Ruas,prometendo que vão de cara pintada, levando bandeiras etc, e depoisficam furiosos porque os “que povo é este?”(eles mesmo) não comparecem, se esquecendo que o “POVO” são CADA UM DELES, que na hora das Passeatas, fica tudo no conforto de seus ares condicionados, teclando furiosos no….FBK!!!Mas ir pra Rua mesmo, NINGUÉM VAI! Querem que o “OUTRO” o “POVO” vá por eles, que não vão perder sua Praia, seu Bar, e agora, seu Bloco de Carnaval! Ignorantes, acusam a Presidente, de ter pedido CLEMÊNCIA para um traficante assassino das drogas! Desconhecem que este é um DEVER de todo Presidente de País Democrático, principalmente pra atender o pedido de família, mesmo q o traficante, tivesse matado um dos seus com sua mercadoria! Que o Presidente tem que interceder pelo cidadão do seu País, preso injustamente ou não,em País com leis diferente! Em uma DITADURA, o “General” atende, se quiser, o pedido de mãe, irmão, tio, pai pra salvar a vida dos seus, que não eram bandidos, nem traficantes, nem assassinos ou estupradores, mas jovens estudantes, com PENSAMENTO diferente! Hoje nos FBK, mesmo quem sofreu na nossa Ditadura, virou tudo “pequenos ditadores” querendo “morte” e linchamento moral, ou ofensas pessoais, à quem NÃO pensa igual !! Nunca ví nenhum Petista desejando a morte ou assassinato do perdedor !!!Nem exigindo as mesmas ação da Policia nos casos de corrupção, na investigação por ex, da famosa super carga de Cocaína naquele Helicóptero!! Para quem critica os Brasileiros por não protestar mais contra Políticos corruptos, eu postei há dias,foto e matéria do General Attorney de Nova Yorque, fazendo discurso criticando os Novaiorquinos, por “não se indignarem e não protestarem mais contra os Políticos Corruptos que invadem o País”! Lá, como cá, os “protestadores” preferem ir para os Pubs, tomar suas cervejas quentes !!..

    • Se querem protestar contra “políticos corruptos” protestem contra os “comentaristas de programa” que usam um meio de comunicação concedido pelo Poder Público para fazer politica PARTIDÁRIA diariamente, sem ter um único voto para isso, acusando de corrupção homens públicos eleitos, em desrespeito aos seus eleitores. Estabeleceram a DITADURA do “pensamento único” no Brasil por meio do controle absoluto dos meios de comunicação concedidos constituído em forma de oligopólio ao arrepio das regras de defesa da pluralidade estabelecidas na Constituição Federal de 1988.

  8. ” No pasaran ” é do tempo da guerra civil espanhola , La passionaria foi quem usou essa expressão . Quanto ao um suicídio dos mencionados no texto não seria necessário . Eles já o cometeram politicamente .

    • Parabéns pelo seu aparente conhecimento histórico demonstrando reconhecer a citação do texto à expressão eternizada por “La Pasionaria” Isidora Dolores Ibárruri Gómez, cujo nome acabo de pesquisar no Google, porque não sou tão detentor de tanto conhecimento. Mas considero que não basta conhecer. É preciso interpretar e entender o contexto histórico em que se insere o fato e sua importância que lhe valeu o registro histórico. Essa expressão, me parece, passou a ser representativa de RESISTENCIA dos fracos oprimidos contra o PODER OPRESSOR. Acredito que está ai a felicidade da Hilde em utilizá-la nesse contexto. E, ao contrário do que vc diz, a força da expressão não perde valor com o tempo porque a luta ente opressores e oprimidos se repete indefinidamente ao longo de todo o transcurso da história. Não fosse assim não teriam valor as escrituras do Livro Sagrado que trata de pregações proclamadas por um “revolucionário” que viveu há mais de dois mil anos. Guardadas as devidas ressalvas e diferenças entre Getúlio e aquele personagem, ambos foram levados à morte por razões semelhantes porque ambos pregaram mensagens que desagradavam o poder social e dominante (econômico) reinantes em suas épocas. Tanto que o discurso hipócrita do “mar de lama” de Carlos Lacerda, que levou Getúlio à morte, é chamado por muitos de cínico e “farisaico” em referencia ao discurso do antigo profeta contra os usurpadores de seu templo sagrado:
      “…escribas e fariseus hipócritas…”
      A história se repete agora novamente quando cidadãos de duvidosos predicados éticos e morais como Ives Gandra e um sociólogo de poucos brilhos são eleitos pelos barões da mídia como detentores de moral inatacável aptos a vocalizar a pregação dos melhores caminhos para os destinos da nação, em consonância com as preferencias das classes dominantes, representantes no Brasil dos interesses estrangeiros no Pré-Sal.
      Mas, quem defende os interesses do povo brasileiro? O supostamente respeitável advogado do sociólogo que se vendeu à Fundação Ford em 1969, segundo Sebastião Nery, na Tribuna da Imprensa:
      http://gilsonsampaio.blogspot.com.br/2014/10/fhc-facinho-fundacao-ford-cia.html
      e ganhou premio de US$ 1 milhão do Congresso dos EUA em 2012 por seus “bons serviços” prestados ao povo (dos isteites?)
      [http://noticias.terra.com.br/brasil/fhc-recebe-premio-de-us-1-mi-da-biblioteca-do-congresso-dos-eua,e92d0a43aa1da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html]
      ou os que defendem o controle do Estado sobre a exploração do petróleo do Pré-Sal para que essa extraordinária riqueza reverta em benefício do povo brasileiro?
      Esqueceram de combinar com o nosso povo brasileiro, como disse a Hildegard:

      “Porém, respeitável público, não há possibilidade de um impeachment baseado apenas em depoimentos de criminosos confessos.” (…e de agentes estrangeiros! Eu acrescentaria.)

      Como diria La Pasionária:

      “No pasarán!!!”

Deixe um comentário para Gustavo de Almeida Prado Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *