QUEM USA PAPETE, REPETE!

Se outrora os tamancos e as espadrilles deram o ar da graça nas fashion weeks, agora é a vez das sandálias papete!

A tendência vem galgando desde o último verão, mas, desta vez, confirma sua hegemonia, levando em consideração o número de aparições na recente temporada de desfiles do hemisfério norte. Assim como as espadrilles são perfeitas para a estação mais quente do ano e continuam a ser um clássico, independente de se enquadrarem em tendências, as papete também são uma boa pedida para a estação, sendo um desses pares de sandália que você poderá adquirir sem medo, pois, certamente, o usará por muitos verões…

Mas, afinal, o que é a papete?

O nome papete também dá nome à capital da Polinésia Francesa (Papeete), mas, por incrível que pareça, este tipo de sandália surgiu e se popularizou na Alemanha! A marca Birkenstock é uma das mais tradicionais produtoras de papete do mundo.

Criada em 1902, a papete da Birkenstock foi a primeira sandália a ter uma palmilha com o formato anatômico dos pés. O calçado original era composto por uma base grossa de cortiça, arrematado por uma, duas ou, no máximo, três tiras de couro com fivelas nas laterais e uma fina camada de borracha na sola.

A papete costuma ser confortável, ideal para caminhadas, por conta de seu solado anatômico.

b

Atualmente, ela aparece mais estilizada. Deixa de ser apenas uma sandália funcional para caminhadas e passa a ser, também, acessório fashion. Pode ser de plástico ou de couro, colorida ou básica, lisa ou estampada, com ou sem fivelas, solado espesso ou fino, com ou sem elástico no calcanhar, tiras largas ou finas, sofisticada ou casual e por aí vai…

E você, vai aderir à papete? 😉

papete

fotos: reprodução

Uma ideia sobre “QUEM USA PAPETE, REPETE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *