NIVER DA LORETA BOMBOU… COM OS ÓCULOS DO TONHÃO OBSERVANDO

Uma festa de mulheres magras. Afinal, todas, ou quase todas, fazem parte do balé de Enid Sauer, Parte II. A Parte I foi na tenra juventude, quando o balé de dona Enid ainda era ali ao lado do Canecão. Depois, elas seguiram suas vidas, casaram, tiveram filhos, fizeram suas carreiras e, agora, na Parte II de suas vidas, reintegraram-se ao momento dançante, voltando a fazer parte do grupo de “meninas da Enid”. À exceção, naturalmente, de Márcia Albuquerque, que se tornou bailarina profissional, brilhou aqui e na Broadway, onde estrelou vários musicais, inclusive Chorus Line.

Uma dessas magras mulheres era a anfitriã e aniversariante da noite, a dra. Loreta Burlamaqui, notável médica clínica do Rio e seu maior orgulho é, como diretora médica da Sociedade Viva Cazuza, acompanhar, desde o princípio, a abnegada luta de Lucinha Araújo, nestes 20 anos, com centenas de crianças soropositivas tratadas,  acompanhadas e salvas por ela.

Foram décadas de viagens, participação em congressos, pesquisas, aprofundamento numa doença, no início desconhecida, e hoje dra. Loreta é referência de conhecimento do assunto no país. Tornou-se, com tamanha experiência e dedicação, uma craque nas doenças infecto contagiosas, no diagnóstico, na clínica geral.

Era seu aniversário, e Loreta comemorou com a casa cheia e delícias volantes preparadas por ela mesma, com temperos que trouxe de Paris, na cozinha que o arquiteto André Piva acaba de projetar. Aliás, não foi só a cozinha. Piva projetou o apartamento inteiro de Ipanema, onde todos dançaram felizes e contentes, madrugada adentro, até 4h, como se não houvesse amanhã, ao som da médica Vanja Ferreira, improvisada de DJ…

Observando toda a animação, o par de óculos do Tonhão, estrategicamente colocado  num canto, como seu dono sempre se posicionava. O saudoso ilustrador Antonio Pereira da Silva, presença obrigatória daquelas festas, não está mais entre nós, porém, seus inconfundíveis óculos o representam.

Trata-se de uma homenagem, um gesto de afeto de Loreta, que não esquece o amigo e, a cada uma de suas deliciosas celebrações, trata de colocar os óculos do inesquecível Tonhão bem posicionados na prateleira da sala. Ninguém sabe, nem percebe. Só ela, a Cristina, o amigo da casa Paulo César, a Nina, eu e outros poucos sabemos.

Bem como o próprio Tonhão, lá, num canto, numa nuvem, numa galáxia bem posicionada, em poltrona de pista, naturalmente…

Loreta-P1020634    Carlos Tufvesson  Loreta Burlamaqui e André PivaCarlos Tufvesson, Loreta Burlamaqui e André Piva

Loreta-DSC_9123  Isabela Lage e Paulo Muller

Isabela Lage e Paulo Müller

Loreta-DSC_9209  Cristina Moreira  Léa e sua filha Loreta Burlamaqui

Cristina Moreira, Léa e sua filha Loreta Burlamaqui

Loreta-DSC_9121  Tania Aquino  Isabela Lage e Rosane Castro Neves

Tania Aquino, Isabela Lage e Rosane Castro Neves

Loreta-DSC_9115   Lucinha Araújo e Paulo Muller

Lucinha Araújo e Paulo Muller

Loreta-DSC_9159  Rita Ferreira e Claudio Montagna

Rita Ferreira e Claudio Montagna

Loreta-DSC_9133  Marcia Pozes  Loreta Burlamaqui e Marcia Albuquerque

Marcia Pozas, Loreta Burlamaqui e a grande dançarina Marcia Albuquerque

Loreta-DSC_9099 Betina Durovni  Vanja Ferreira e Luciana Mello

Betina Durovni, Vanja Ferreira e Luciana Mello

Fotos de Cristina Granato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *