Comissão Nacional da Verdade, um esforço de dedicação, comprometimento, seriedade, pela dignidade do Brasil

Meus agradecimentos à Comissão Nacional da Verdade, um esforço de dedicação, comprometimento, seriedade, pela dignidade do Brasil, e que encerrou seus trabalhos, por força da lei que a criou, após 2 anos e 7 meses de trabalho, 80 audiências públicas, realizadas em todo o país, e 4400 páginas de relatório final.

Agradeço a atenção dada às tragédias de minha mãe e do meu irmão. Agradeço ter elucidado o episódio do assassinato de minha mãe. Agradeço os grandes progressos na busca e na tentativa de localização dos restos mortais de Stuart, missão que no entanto ainda não está completa. Mas já há, graças à CNV, fatos e dados CONCRETOS para continuarmos nessa empreitada.

A Comissão Nacional da Verdade é página nova na História de um Brasil que prioriza a Justiça e sabe ter postura de uma verdadeira e grande Nação.

Nossos profundos agradecimentos, meus e de minha irmã Ana Cristina, a Pedro Dallari e toda a sua equipe de juristas, peritos, pesquisadores e colaboradores.

Hildegard Angel, filha de Zuzu Angel, irmã de Stuart Edgar Angel Jones

Acesse o relatório da CNV:
http://www.cnv.gov.br/index.php…

cnv

 

Equipe da CNV em Brasília posa em frente ao Centro Cultural Banco do Brasil, que abrigou a sede da Comissão Nacional da Verdade entre 16 de maio de 2012 e 16 de dezembro de 2014.

Produção e foto: Davi Mello, Lígia Benevides e Renata Peterlini / ASCOM / CNV

cnv 2 rio de janeiro

 

Equipe da CNV no Rio de Janeiro posa ao lado do diretor-geral do Arquivo Nacional, Jaime Antunes, e do coordenador da CNV, Pedro Dallari, no hall principal do edifício-sede do AN, onde funcionou o escritório da CNV no RJ durante o ano de 2014.

Foto: Marcelo Oliveira / ASCOM – CNV

 

4 ideias sobre “Comissão Nacional da Verdade, um esforço de dedicação, comprometimento, seriedade, pela dignidade do Brasil

  1. Hilde querida, apesar de pertencermos a diferentes partidos – sou OBAMA E NAO ABRO – o corpo de seu amado irmao ja nao existe.Mas a alma dele esta com nosso Senhor, pois foi grande merecedor por sua luta e coragem.E continua a viver em meio dos oceanos e, banhados por lindos golfinhos.
    Um grande beijo.Eu tambem perdi dois irmaos. Para duas tragedias: drogas e, o outro, um health freak, para um cancer cerebral.E perdi minha mae tao amada ha pouco tempo.Mas posso entender a angustia que voces passaram.Os prantos sem respostas, as constantes demandas por justica etc.Que DEUS lhe abencoe.

    • Querida Tatiana. Procuro a ossada, com todo o direito que tenho. Meu irmão não é mais um morto, como tantos que choro, como o meu pai e outros de minha existência. Ele é um herói, deu sua vida pela pátria, pelo Estado de Direito que nos era sonegado, pela direito À liberdade, não a dele, mas de todos os cidadãos brasileiros. Foi um idealista, bravo, corajoso, que morreu depois de horas seguidas de tortura, sem denunciar seus companheiros.
      Se tivesse morrido por droga ou câncer, eu lamentaria da mesma forma, mas eu não teria a responsabilidade da missão que tenho de lembrá-lo. Entendeu? Que Deus a abençoe pelas sua perdas.
      Explicando para deixar bem claro: Quando choro pelo meu irmão é pelos irmãos e filhos e pais e maridos de todas as mulheres do Brasil. Aqueles que foram, ainda são e continuarão a ser mortos no nosso país, onde, desde a ditadura militar, a impunidade tornou-se norma geral, a vida passou a não ter o menor valor.
      Entendeu agora a diferença do significado entre a morte de meu irmão e a também sentida morte de seus irmãos?

  2. Trabalho incrível! Parabéns por tudo CNV. Hilde, estou elaborando um TCC a respeito da história de sua mãe, poderia ajudar-me respondendo apenas algumas perguntas? Desde já agradeço. E parabéns pelo comprometimento com a sociedade brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *