Aniversário de Carmen, o maior ícone da elegância brasileira

Um programa obrigatório em minha agenda anual é o aniversário de Carmen Mayrink Veiga. Algumas vezes, driblo as outras amigas e consigo ser premiada com o posto de autora da homenagem, como aconteceu este ano. E para celebrar o maior ícone da elegância brasileira. local melhor não há do que o maior ícone da tradição social do país: o Copacabana Palace. Mais ainda: a sala “The Library”, atual joia da coroa do Copa, síntese de sua tradição e refinamento.

Toda revestida em boiserie, The Library já foi a entrada do Anexo, do hoje Belmond Copacabana Palace Hotel. Ali funcionavam Concierge e Portaria. A diretora-geral do hotel, Andréa Natal, teve então a boa ideia de aproveitar o local desativado, transformando-o, com auxílio do antiquário Arnaldo Danemberg, no local mais exclusivo e elegante da cidade. Lá acontecem almoços e jantares sentados, para grupos de até 38 pessoas, num décor de mobiliário antigo em estilo inglês, e têm-se a impressão de estar numa biblioteca de algum nobre britânico ou num clube privado aristocrático.

O lugar certo para a homenageada perfeita.

Éramos 22 amigas. Para recebê-las, caprichei no pijama de seda com imprimée florido oriental, de Heckel Verri, que combinei com o colar de corais e turquesas assinado pela Cookie Richers. Ah, eu me senti a própria It-Lady do dia!

Pura pretensão, pois, ao ver chegar a primeira convidada, Marlene Rodrigues dos Santos, absoluta, de azul marinho, com colar de jade e aquele seu allure insuperável, imediatamente abdiquei do trono de It Lady. Quem sou eu para competir com essas minhas amigas gloriosas?!

Quem não precisou abdicar de seu trono foi o artista das flores Raimundo Basílio. Num piscar de olhos, ele floriu a Library em todas as cores, como uma pintura de Limoges, e ficou tão lindo! Como o Raimundo tem sensibilidade, que olhar refinado para o belo, e de que forma gentil ele sabe representá-lo!

Assim, uma fileira de canecas de chá de porcelana chinesa fez as vezes de chemin de table, permitindo a conversa, pois não cobriu ninguém. Nada mais inconveniente numa mesa de refeição do que arranjos floridos altos que atrapalham a visão de quem está em frente.

Cecília Dornelles, outra britanicamente pontual, encantou-se com o espaço, que não conhecia. Bem como Dalal Achcar, chegando junto da Andréa Natal, diretora-geral do hotel.

Andréa foi  homenageada na saudação que fiz à Carmen à sobremesa . Falei de seu carinho, tornando possível a realização do almoço para nossa ícone querida, na data pedida com antecedência de apenas quatro dias; providenciando excepcionalmente a abertura da porta (que jamais se abre) do Anexo para a Av. Copacabana, para o acesso de Carmen; acionando o chef, não só para a escolha do menu, mas para as dietas das que não comem carne ou têm alergia à lactose. Noves fora tudo isso, o custo foi compatível com a importância do encontro.

Andréa, cheia de graça, estava com uma saia de couro, onde palpitavam corações. Se meu faro funcionou, parecia ser de outra Andréa, a Viera.

As amigas estavam lindas. Realmente, não havia 1 trono de It Lady, havia 21! A começar pelo ocupado por Carmen. Vestindo um tailleur de lã do Missoni, ela teve à sua direita a atual primeira-dama, Cecília Dornelles, e à esquerda, na cabeceira dupla, a embaixatriz Laís Gouthier. Os lugares eram marcados, com os nomes manuscritos nos menus individuais impressos, colocados sobre cada prato.

Antonia Frering, a filha, e Maria Gallotti Mayrink Veiga, a nora, cercaram Carmen com carinho na hora do bolo e dos brindes. Maria Pia Marcondes Ferraz Montenegro e Fátima Andrada Tostes conferiam aragem fresh à tarde, com sua juventude, apesar de que nós todas nos sentimos umas garotas e temos frescura pra dar e vender. Em todos os sentidos…. risos…

Por fim, o gentleman dos cliques, Sebastião Marinho, com seu paletó de cashmere, fez esses flagrantes irretocáveis, que exprimem a elegância das convidadas, a alegria e o bom humor da tarde com Carmen, na Library do Copa. E que venham muitas outras tardes, muitos outros aniversários de Carmen, muitas outras Libraries!

CMV 0d0768aa-6f26-48ca-8d42-649a4287f133

Carmen e eu

CMV d0dc11ae-5016-45bb-bedf-5656496d82a0

A mesa na expectativa das It Ladies

CMV b5989f05-277e-4921-9f7c-4e4566b4bad5

Canequinhas de chá de porcelana, que eu trouxe da China em 1978 e estava inaugurando naquele almoço!

CMV 5473f1b4-db44-4ba3-964a-0f12f9c6b65a

Escolhi escrever a marcação dos lugares nos cardápios, para deixar a mesa clean

CMV 1931c9c9-7592-4740-b9e7-cbd9656be9d2

O bolo confeitado pela Eliane, secretária de Carmen, lembrava os vestidos curtos de Coco Chanel

CMV 47c76ac8-740e-4ffc-9116-5111cbe0f8c9

Basílio decorou a sala inteira, usando buganvílias desidratadas

CMV 96dcc668-d0d5-4266-8f3e-62c872906240

A mesa já ocupada, eu e Andréa Natal À cabeceira, de costas para vocês – mas anjos não têm costas, vocês sabem.

CMV 0282a8ff-bb5a-417b-a7c0-2436efcf0b32

Curtam o look da imbatível Marlene Rodrigues dos Santos, milimetricamente perfeita.

CMV 1be5cc8e-9a61-44d2-9114-52c031422601

Cecília Dornelles, amiga de Carmen e atual primeira-dama do Estado, com Dalal Achcar, primeira-dama do nosso balé.

CMV 52984424-f481-480e-9324-86fed105f398

Lourdes Catão sempre com seu ar brejeiro e a vivacidade quase de adolescente.

CMV 24eb5648-cc32-4bf0-aa14-a5696fe8f045

Com Yara Andrade e seu colar elogiado e Fátima Tostes, que voltou aos bancos universitários. Está cursando Direito.

CMV 5

Terezinha Pìttigliani e Vania Badin, ótima, recuperada.
CMV a7eb7ae7-6c82-4dd6-ad0a-1b408d9c151d

A diretora Natal e Cecília em tons de bric.

CMV a0831cf4-e742-48cc-98e8-ad4d1d904c5e

As garotas do Leblon: BElita Tamoyo e Mariza Coser.

CMV f6dc2c8b-3cb1-410f-8501-5ca54b74f44c

Na hora dos parabéns a foto da anfitriã, com a homenageada, sua filha, Antonia, e a nora, Maria. Quem clica? Fátima Tostes.

CMV 3

Maria Mayrink Veiga, Maria Pia Marcondes Ferraz, Antonia Frering, Idinha Seabra e Fátima Tostes

CMV 7c93c6db-aaab-4bc2-b53f-33866c52fba4

Gisella Amaral e Carmen I e Única

CMV 38bb0c71-bbe2-4780-aaa0-83608389f066

Tem coisa melhor do que o carinho da filha?

CMV 90db0021-4784-4d13-ae73-0d880c1b6136

Angela Fragoso Pires, Maria Celia Moraes, Maria Pia, Hilde e Lourdes

CMV 423d5af0-402d-42d0-9e78-d85db56fb5b2

Angela e Maria Célia: best friends.

CMV 96141bd5-6270-44e3-860a-b5b9c26b3ec0

Duas gerações de refinamento: Maria Pia e Marlene

CMV e288f46d-8a59-483b-a9c6-86780a0d49b4

Com Vania, lembramos do estimado Ted.

CMV c8d12f86-9f73-41d7-946c-74eab42633fc

Idinha Seabra em foto ótima, digna de porta-retrato.

CMV 02039902-bbe2-4613-8baa-3e9e07a39186

Don Perignon para Donna Carmen

CMV a4b2d01b-e234-4863-9ccd-7df8d23064c8

Carmen e Beth Serpa, discípula de seu bom gosto, como eu.

CMV IMG_5154

A dama do Copa e a Mais Bem Vestida do Mundo, no Hall of Fame

CMV a0b980aa-9cab-4bb9-bd14-b1770b586a4a

Carmen e a embaixatriz Gouthier em uma das cabeceiras

CMV 3dc2b081-0c11-4dae-8ca7-52fd5fa3a6a9

Meu discurso foi breve: “Carmen é mulher de muitos méritos, entre eles, o mais encantador é que não julga ninguém, é agregadora. O que conquista para si, gosta de multiplicar, como foi o caso da cultura da acessibilidade. Foi a pioneira dessa luta, no Rio de Janeiro, quando começou a ter sua dificuldade de locomoção, e tanto o Theatro Mjunicipal quanto o próprio Copacabana Palace, através de Andréa Natal, a convidaram para inaugurar seus equipamentos de acessibilidade, reconhecendo o esforço feito por ela junto à mídia ao difundir essa necessidade”.

CMV 2

La Catão e La Achcar

CMV 2c70c002-e6a4-473d-bbaa-90cf1e968d4b

Maria Galloti MV e Maria de Fátima AT

CMV 5368a985-13bd-40c9-8768-966e85f17670

Afetiva Laís

CMV e2e66c49-0abb-43ed-b5e4-2ca5c81b3e08

Il brindisi: auguri!

CMV 3167a1f1-9d4f-4a36-aa7f-235499744141

Vejam que bonitas as mulheres e a Library

cmv40

O artista Raimundo Basílio e a obra

cmv

Uma recordação para nós todas!

CMV IMG_5257

Carmen com dois amigos que a celebram, Sebastião e eu

Fotos de Sebastião Marinho

8 ideias sobre “Aniversário de Carmen, o maior ícone da elegância brasileira

  1. Ess homenagem a esta mulher que é o icone da elegânciaa brasileira, que é a EXPLENDOROSA. CARMEM MAIRINK VEIGA. Jamais poderia deixar de ser feita é pela irretocável HILDEGARD como só ela sabe fazer.

  2. O Copacabana Palace já um cenário perfeito e festejar o aniversário de uma das mais queridas Divas desse Brasil, Carmen Mayrink Veiga,complementou tudo que as pessoas mais queriam ver . A Hilde acertou em cheio ao comemorar o niver da socialite number one brasileira no “The Library”. Beijos ! Todas estavam chiquerrimas !!!

  3. Puxa,fiquei feliz de ver a cobertura do aniversário de Carmen,senti falta da homenagem online rsss,cheguei até ligar pra um telefone que tem no site de lu lacerda,mas fui informado que nada sabiam estranhei muito,já que no seu site não tem telefone,foi o jeito apelar pra outra colunista.Mas vc como a soberana colunista brasileira,me deixou radiante de felicidades,pois,adoro Carmen ,lembro me com uma das grandes alegrias que tive na minha vida foi ser recebido por ela,no seu apartamento na avenida rui barbosa ,anos atrás,e sempre que eu busco noticias dela,recorro a sua coluna,no qual sou leitor assíduo,embora que não seja atualizado diariamente,mas adoro vc tbm,afinal além de vc ser a melhor colunista brasileira,tem tbm o seu lado de lutas sociais.Parabéns a vc tbm hilde.Tudo de bom e obrigado por festejar Carmen .
    ZIL OLIVEIRA-SÃO LUIS MA

  4. Realmente, Carmen é um ícone.
    Só a vi uma vez no Julieta de Serpa.
    Fiquei congelado ao ver a elegância, classe e simpatia.
    Cumprimentou todos sem distinção.
    Felicidades Carmen.

  5. Querida amiga Hilde
    Deixando de lado a educada modéstia, Todas vocês nas fotos, são Ícones de Elegância, Educação e Savoir Faire, em um Rio de emergentes exibidos e sem estilo. Um afetuoso beijo no coração de todas as lindinhas do evento.

  6. Que MESA foi essa Dona Hilde, eu já sabia que a Carmem era agregadora, só não sabia dessa vocação tão ampla e vogal, Antonia e Maria lindíssimas, e o Antenor não pode ir as LULUZINHAS? foi isso. A Maria entrou no lugar da Patrícia?…Muitas saudades da convivência e conexão com os M.V., viva RIO16, mostrem esse Brasil pros gringos…vamos ver se eles vêem outro país no espírito desportivo…o país político tá enojante e deprimente. Grande abraço ALS.

  7. Diva Carmem continua maravilhosa e amada pela sociedade. Bela festa, claro, coordenada pela Hilde. Extremo bom gosto em todos os detalhes. Parabens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *